“Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. Josué 1:9

Essa é a frase que o engenheiro César Júnio Sacramento Ferreira, formado em 2010 pelas Faculdades Funorte, utiliza como parte de uma história emocionante de luta, dificuldades e sucesso.

A escolha da profissão que será exercida é uma das maiores dificuldades encontradas na juventude. Época em que tudo é movido por escolhas e decisões que ditarão o futuro. Mas não é só assim que se escolhe um caminho, alguns jovens passam pela experiência de ser escolhido pela área de atuação. Assim, foi a vida do César!

Filho de uma diarista e de um mestre de obras e o sétimo de 10 filhos, César, com brilho nos olhos, conta seu primeiro contato com a profissão:

Meu primeiro contato foi por volta dos 12 ou 13 anos. Como meu pai era Mestre de Obras, comecei a “trabalhar” com ele, foi aí que aprendi o ofício, me envolvi e me apaixonei pela Construção Civil”, conta César.

Sua história com a construção civil começou em Mauá, na grande São Paulo, cidade em que residia desde os três anos de idade com seus pais e irmãos. No momento em que começou a trabalhar como pedreiro resolveu parar os estudos, mas recebeu um alerta de seu pai que o aconselhou. “Não é esse caminho que quero para você. Eu faço isso porque não tive oportunidade de estudar nem escolha”, afirma César. 

Como pioneira no curso de Engenharia Civil em Montes Claros, a Funorte foi a escolha de instituição para graduação do César. Ao prestar vestibular, conseguiu uma bolsa SOEBRAS de 35% de desconto, mas ainda não era o suficiente. Assim, recorreu ao que aprendeu fazer lá atrás e, os estudos, aluguel, transporte e suas demais contas, foram pagos com os serviços de pedreiro que fazia durante o dia.

Ingressando na faculdade em 2006, desempregado e morando na casa de uma tia: “a qual, assim como meus pais, ela e meu tio tiveram papel importante na minha conquista, pois eu não tinha onde ficar e nem condições de arcar com um aluguel”, lembra César que conseguiu um emprego poucos meses depois como pedreiro azulejista. Nessa empresa permaneceu por sete anos. Ali recebeu a oportunidade de crescer na profissão como Mestre de Obras e em seguida, sendo Engenheiro por dois anos.

Hoje, com 37 anos, casado e pai da Mariah, César Júnio Sacramento Ferreira, tem orgulho de sua história de vida. Foi com tudo que viveu que ele aprendeu a não desistir dos seus sonhos e objetivos. A partir daí, colheu os frutos do seu esforço e dedicação e, desde 2012, é dono do PORTAL CONSTRUTORA, uma empresa especializada em construção civil para Montes Claros e região, que teve total apoio e incentivo de sua esposa Priscila, para que fosse montada.

Para sua história, os agradecimentos são grandes a todos que os ajudaram. Contudo, existem aqueles especiais que não podem faltar “Aproveito a oportunidade para agradecer a Deputada Raquel Muniz e expressar minha admiração pelo Professor Ruy Muniz”, finaliza.

Essa é uma das histórias que fortalece a qualidade do ensino e de vida da Funorte, uma instituição comprometida em colocar no mercado, profissionais capacitados e determinados em buscar sempre, a sua melhor versão!

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *