Negócios de Impacto Social foi o tema principal de mesa redonda organizada pelos acadêmicos do 8º período de Psicologia Funorte. A mesa foi composta pelos representantes de Projetos Sociais de Montes Claros, Instituto Conexão, Instituto Filhos da Luz, Feliz Dia das Crianças e Instituto Laborearte.

Dentro da matriz curricular, os acadêmicos têm a disciplina de Planejamento e Gestão de Projetos Sociais ministrada pela professora Daniela Mendes Queiroz e foi a partir dos ensinamentos desta matéria que a mesa redonda foi planejada. Assuntos como terceiro setor, empreendedorismo social, negócios de impacto social e ajuda as pessoas foram discutidos pelos convidados.

Fundador do Instituto Conexão, Paulo César Landim, afirma acreditar no 3º setor. “Eu acredito muito no engajamento social das pessoas, no empreendedorismo social. O instituto é um lugar para pessoas sonharem e para ativação de pessoas e ideias. Onde há necessidade, nós precisamos ir”, frisa.

Coordenadora do curso de Psicologia, Leila Silveira, conta que incluir a disciplina era um sonho antigo. “Nós, enquanto coordenação, entendemos que negócios de impacto social são importantes para a sociedade e é uma saída para o mercado de trabalho que, muita vezes, não consegue absorver todos os formandos. A discussão de hoje é a realização de um sonho antigo, já que sempre tive de discutir projetos sociais no curso”, afirma.

Daniela Mendes, professora da disciplina, ressalta a importância dos projetos sociais. “É muito importante integrar projetos sociais e profissionalismo. E a discussão de hoje foi justamente para mostrar como isso funciona na prática porque a teoria os acadêmicos veem em sala”, ressalta.

Acadêmica do 8º período e organizadora da iniciativa, Andresa Caroline Ferreira, se diz entusiasmada quando ouve sobre o assunto. “Todos nós temos um potencial que pode ser revestido em algo para ajudar pessoas e transformar realidades. A mesa de hoje foi extremamente importante e produtiva, nos empolga muita”, conta.

“Esse tipo de discussão é muito importante. Nossa ideia é conectar pessoas para transformamos nossa realidade juntos. Todos juntos conseguimos obter um resultado mais satisfatório”, finaliza a presidente do Instituto Conexão, Maria Clara Borém.

Mariana Correia

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *