Julho é período de férias, época para largar de vez os livros, viajar, festar e esquecer os estudos no final do ano. Correto? De acordo com o docente e supervisor de estágio Jean Claudio Lafetá, não é bem assim. O ideal é que o acadêmico equilibre descanso com estudos.

O equilíbrio pode ser posto em prática através do planejamento e disciplina do próprio acadêmico. Para o docente Jean Claudio Lafetá, as férias são um momento de descanso, mas também um momento de buscar estudos complementares. “As férias letivas podem enriquecer o currículo dos acadêmicos que tem a iniciativa de buscar novos projetos e, propor aos professores atividade de pesquisa e extensão para o próximo semestre” exemplifica.

De acordo com Jean Claudio é muito importante que os docentes estimulem os alunos, com atividades complementares para o próximo semestre e até mesmo de um reforço de disciplinas que já viram. Atayla Luena Barbosa é auxiliar de biblioteca e relata que os acadêmicos têm a oportunidade de frequentar a o local nas férias.

“A biblioteca continua em funcionamento nas férias, os acadêmicos podem pegar livros para estudos, pesquisas e utilizar as salas de estudos”, ressalta Atayla.

Marcos Vinícius é acadêmico do curso de Fisioterapia, já está de férias e aproveita o momento para descansar e executar novos projetos. “Tenho novos projetos a serem desenvolvidos para o próximo semestre, a intenção de fazer algo para facilitar a construção sem que interfira nos horários e nas atividades durante o período letivo, além disso, vou aproveitar esse momento para fazer estágio em outra cidade e nos intervalos desancar”, diz o acadêmico

Segundo o docente, essa é mais uma forma do aluno aprimorar o conhecimento. “O acadêmico pode buscar um crescimento pessoal e profissional muito maior enquanto acadêmico, além de melhorar muito e preparar o currículo para a vida profissional”, ressalta.

Gabriele Santos

 

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *