O Núcleo de Pós-Graduação da Funorte realizou, no dia 02 de setembro, no auditório do Campus São Norberto, aula para lançamento das especializações na área de Direito. São elas: “Direito Penal e Processual Penal”, “Direito e Teoria do Processo e Procedimentos” e “Direito do Trabalho e Previdenciário”. O evento contou com palestras de especialistas com o objetivo de atingir alunos e profissionais que desejam aperfeiçoar seus conhecimentos e se prepararem para o mercado de trabalho.

A palestra “Direito Penal no século XXI” foi ministrada pelo professor doutor Luciano Santos Lopes, que abordou a importância da especialização nos dias atuais. “O profissional que se capacita, verticaliza seu conhecimento para ter mais chances de competitividades no mercado de trabalho, que está cada vez mais acirrado”, diz.

Luciano explicou ainda sobre a necessidade de buscar coisas novas para incentivar os alunos. “Temos que trazer algo que possa agregar como novidade no mundo atual, questões atuais dessa disciplina, alguma coisa nova para estimular os alunos a verem faces dessa área do Direito Penal, que fosse para além da graduação.”

Foi abordado também, o tema “Importância do trabalho e do Direito do Trabalho” pelo Doutor Antônio Queiroz, coordenador do curso de Pós-graduação da ESA/OABMG em “Advocacia Trabalhista”. Ele falou das importantes funções que o trabalho cumpre na sociedade. “Na história moderna, sempre que o capitalismo entrou em crise o Direito do Trabalho foi chamado para salvar as economias mundiais, tanto é que a época áurea do capitalismo também é conhecida como a época áurea do Direito do Trabalho”. Ele esclareceu também, que é essa área do Direito que vai conseguir promover uma justa distribuição de renda.

A coordenadora do Núcleo de Pós-Graduação Denise Silveira explicou sobre a proposta das especializações. “São importantes para o aluno escolher uma área que ele quer atuar e aprofundar o conhecimento. Para ser uma referência naquele tema que ele escolheu. A abordagem é diferente da graduação, vai ter um avanço, é uma visão nova, é uma visão do mercado de trabalho. Não que a graduação não tenha, mas é algo mais, um avanço”.

Sobre a relevância da capacitação, o coordenador do curso de Direito, Wellington de Oliveira Felix, falou sobre o diferencial do profissional que a busca. “É preciso que nos especializemos e a pós-graduação passa a ser uma alternativa essencial para a competitividade no mercado de trabalho. É fundamental que não paramos nela, que seja apenas um degrau para buscar esse mercado competitivo”.

A especialização é um passo mais lento dentro do tema escolhido. A coordenadora da pós em Direito Penal e Processo Penal, professora Vânia Ereni Lima Vieira explicou a finalidade da especialização. “O objetivo não é apenas qualificar o aluno para o mercado de trabalho como especialista, mas, tornarem seres humanos melhores”.

A professora Renata Guimarães Franco, coordenadora da pós em Teoria: processo e procedimento, também ressaltou a importância da capacitação para o mercado. “O objetivo é suprir uma carência ou dificuldade que os profissionais têm. Na faculdade, eles acabam tendo pouco contato com a prática e com a diversidade de procedimento, então a intenção da pós é exatamente aprofundar o conhecimento. É um universo muito maior a ser estudado”.

Para o acadêmico Roberto Lúcio Gonçalves, o mercado não comporta somente a graduação, ele exige profissionais qualificados. Ele ressalta o que isso pode agregar na sua formação. “No momento pouco, mas num futuro próximo vai agregar muito, porque eu pretendo ingressar na carreira jurídica e associar o que faço hoje, que é auditoria e que tem tudo a ver com o Direito, então só vem a acrescentar o que eu já tenho e eu creio que é uma ferramenta importante para ingressar no mercado de trabalho”.

Ao final do evento, os palestrantes foram presenteados com brindes.

Greiciely Rodrigues

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *