(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Universitárias de Fisioterapia participam de Workshop sobre Estágio


Na manhã desta quinta-feira, 04, acadêmicos do 6º ao 10º período do curso de Fisioterapia Funorte realizaram o Workshop do Estágio Supervisionado. Na ocasião, os estudantes apresentaram conclusões de estágios realizados ao longo do primeiro semestre de 2019.

A coordenadora do curso de Fisioterapia, Luciane Vieira Ramos Rosário, explica que o Workshop do Estágio Supervisionado ocorre ao final de todos os semestres em que são apresentados os resultados das atividades dos acadêmicos. “O objetivo dele é apresentação dos relatos de experiências do 6° ao 10° período. Os alunos em cada área de estágio aprendem sobre as suas técnicas e apresentam também as competências em cada área da fisioterapia”, afirma Luciane.

Marcela Caires Lopes, fisioterapeuta, professora das disciplinas ligadas a uroginecologia e obstetrícia e supervisora de estágio, diz que: “o seminário apresentado pelas alunas que supervisionei teve como objetivo olhar a resistência dos pacientes. Neste período de acompanhamento de seis meses de estágio, foram realizados trabalhos e tratamentos vinculados a disfunções sexuais, ano retais e missionais, para que o paciente possa ter uma melhor qualidade de vida”.

Acadêmica do 9º período do curso, Ana Flávia Ramos, explica que seu “estágio foi sobre uroginecologia e obstetrícia e nós atuamos na escola e no Hospital das Clínicas atendendo as gestantes no período de pós parto”, diz. A aluna ressalta ainda que o estágio agregou conhecimento e poderá contribuir com outros ramos da fisioterapia em que ela almeja trabalhar.

Para Laryssa Mendes Dias, também estudante do 9° período do curso, que teve como atividade a terapia manual, a realização do estágio foi muito gratificante agora no final do curso. “O estágio de terapia manual de maneira específica nos ajudou a compreender como um todo e nos mostrar que o diagnóstico clínico é apenas uma ponta. A partir desse diagnóstico devemos ter o cuidado de irmos além para tratarmos da melhor maneira possível aquele paciente”, conclui. 

 


Publicada em: 05/07/2019
Tags: