Parcerias:

(38) 2101-9494
(38) 98407-1291

Nota de Pesar: Maria Aparecida Graciano Patto


Nota de Pesar: Maria Aparecida Graciano Patto

O Centro Universitário Funorte comunica, com pesar, o falecimento da coordenadora do curso de Engenharia Civil e de pós-graduação em Engenharia de Estruturas, Maria Aparecida Patto Graciano Chaves, vítima de complicações da Covid-19, segundo informado por familiares. A docente estava internada em Hospital da cidade de Nova Lima, onde o filho trabalha como médico. Professora Cida, como costumava ser chamada no meio acadêmico, era engenheira civil há quase 40 anos. Formou-se na faculdade de Alfenas e dedicava seu tempo também às aulas na faculdade para os cursos de graduação e de pós-graduação.

Uma de suas características mais marcantes era a voz calma, mansa, que não se elevava nem em meio a situações mais complexas. Costumava chamar seus alunos de “meus meninos” e os tratava como se fossem seus filhos. Na Funorte, dedicou uma década e meia a ensinar os futuros colegas a trabalharem no ramo da engenharia. Era especialista em construção civil, saneamento e meio ambiente.

Na última formatura do curso de Engenharia Civil, realizada no formato on-line, no dia 20 de janeiro deste ano, Cida deixou a seguinte mensagem aos formandos:

“Colegas, enfim chegou o dia. Eu estou muito feliz em participar dessa colação junto com vocês, confio em vocês, vocês venceram, estão preparados para o mercado de trabalho, que vocês tenham sucesso, muito sucesso. Eu, coordenadora de Civil, junto com a professora Ana estamos aplaudindo vocês, vocês merecem e são vitoriosos, parabéns e sucesso”.

O engenheiro civil, Danyllo Snayder Loiola Costa, foi aluno da professora Cida, enviou um texto para homenagear sua eterna mestra. “Não há palavras que possam expressar o vazio nem confortar os corações enlutados nesse dia! Mas deixo esta mensagem à família e amigos da minha cara coordenadora e professora Cida Patto que tenho grande estima, e que tive a honra de conhecer e conviver durante cinco anos e meio da minha vida acadêmica. Mulher de garra e de sabedoria ímpar, que amava o que fazia! Me faltam palavras para descrever o quão bom foi aprender com ela, em todos os aspectos da vida profissional e comportamental. Ela dedicava seu tempo, com amor e sinceridade para mostrar para nós, acadêmicos, o melhor caminho a se tomar. Jamais me esquecerei do sorriso no rosto em todos os momentos em que a encontrava! O que fica é a saudade, mas quem nos consola é Deus, nosso Criador!  Para nós, que ficamos nessa terra por um pouco mais de tempo, nos resta observar o belo exemplo de vida que Ela nos deixou, pois, pessoas do bem como Ela, jamais vão morrer em nossa memória”, declarou.

O coordenador de Engenharia Mecânica, professor mestre Pedro Almeida, também falou sobre sua colega. “E de repente, um vírus torna-se um doença implacável...e bem próxima de nós - nos afastando uns dos outros. Nossa coordenadora Aparecida Chaves - a nossa CIDA, nos deixou - descansou e foi para outra dimensão. Com aproximadamente 15 anos de FUNORTE - como Professora e Coordenadora do Curso de Engenharia Civil e docente da disciplina Introdução a Engenharia Civil - ela nos presenteou com a sua dedicação, com a sua proatividade para a busca de solução dos problemas inerentes a gestão do curso. Um curso de muita importância para a FUNORTE, com formação de muitos profissionais para o mercado, seja como empregados ou donos do seu próprio negócio. CIDA foi a "mãezona" de muitos caminhos dos acadêmicos em busca de sua formação. Querida pelos alunos e colegas de trabalho, com o jeito dela de "abraçar" o Curso de Engenharia Civil...seu diferencial. Foi uma parceira como coordenadora adjunta, durante o tempo da gestão de seu esposo Armando Chaves - no nosso curso de Engenharia Civil - com formação de muitos profissionais. Que o nosso DEUS a receba e conforte toda a sua família...nossas saudades”, lamentou.

A comunidade acadêmica ainda consternada com a notícia do falecimento deseja as mais sinceras condolências à família neste momento de dor e deseja que Deus na sua infinita bondade possa dar o conforto necessário.

O velório será na Santa Casa, a partir das 14h, desta terça-feira, 6 de abril.


Publicada em: 06/04/2021
410 Visualizações
Tags: