Parcerias:

(38) 2101-9494
(38) 98407-1291

Nota de falecimento professor Kléber Teixeira


 

Nota de Pesar – Professor Kléber Teixeira

O Centro Universitário Funorte comunica, com pesar, o falecimento do professor Kléber Teixeira de Souza. O docente da Escola de Engenharia Funorte não resistiu e foi mais uma vítima da Covid-19. Toda a comunidade acadêmica está de luto.

Kléber era um professor extremamente comprometido com sua profissão, tanto na sala de aula, quanto na área da saúde, onde também atuava. Inclusive, nos últimos meses foi muito requisitado para montagens, desmontagens e manutenções em equipamentos de UTI.

Ganhou destaque na área da saúde pelo pioneirismo no exame de eletrocardiograma à distância, um trabalho também conhecido como telemedicina. Em nossos arquivos, encontramos um e-mail do professor Kléber, datando, 3 de novembro de 2015, meia noite e um minuto, onde ele solicitava a publicação de um artigo que fazia referência ao trabalho voluntário que estava realizando em conjunto com acadêmicos. Ele explicava que o trabalho já acontecia desde o ano de 2013, atendendo dezenas de pacientes.

Kléber demonstrou a viabilidade de se mobilizar um sistema de telemedicina desmontando o equipamento instalado no Pronto Atendimento Dr. Alpheu de Quadros e o remontando nas ESFs nos sábados atendendo em média 40 pacientes perto de suas residências. Para Kléber Souza, o mais importante, naquela ocasião, além da divulgação, em nível mundial, da inovação em Montes Claros, era a comprovação na prática de que um sistema de telemedicina pode ser montado e desmontado em qualquer ESF sem prejudicar o atendimento nem nas ESFs nem no Pronto Atendimento municipal.

Ele explicava no e-mail como funcionava o sistema: “O Sistema de telemedicina é composto de equipamentos biomédicos que captam o sinal do paciente, coloca esse sinal dentro de um computador. O computador processa isso através de um software e transmite o exame via internet para um médico que está distante. No nosso sistema usamos o Hospital de Clinicas da UFMG em Belo Horizonte. O médico cardiologista analisa os dados e nos envia um laudo que nós entregamos para o médico clinico que solicitou o exame”.

Leia parte do e-mail que ele enviou ao setor de comunicação para divulgar este honroso trabalho:

"Mais uma vez venho lhe arrumar trabalho. Segue a minha sugestão de pauta. Envio também uns link que podem ajudar.

Professor e Acadêmica da FUNORTE apresentam trabalho em congresso mundial.
O Professor Kleber Souza e a acadêmica Ravena Amaral participaram do Congresso Mundial de Telemedicina e Telessaúde nos dias 28, 29 e 30 de outubro na Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ na cidade do Rio de Janeiro. No dia 29, professor Kleber Souza do Curso de Engenharia Biomédica da Funorte apresentou o trabalho “The itinerant partice electrocardiogram (ECG) telemedicine in rural and urban areas of the city of Montes Claros – MG.” Esse é um trabalho voluntário realizado por acadêmicos de três faculdades de Montes Claros todos os sábados pela manhã nas Estratégias Saúde da Família em parceria com a Rede de Teleassistência de Minas Gerais, Prefeitura de Montes Claros e Secretaria Municipal de Saúde.
Em anexo fotos do congresso.
Obrigado pela atenção.
Prof. Kleber Souza
Eng. Biomédica Funorte”.

Ainda consternados, professores, alunos e diretoria lamentam a morte precoce do professor Kléber. “O coordenador das Engenharias, professor mestre Pedro Almeida, deixou uma mensagem em homenagem ao colega: Existem Profissionais que fazem tudo com amor. O Professor Kleber Teixera - dedicado, ético, "doador" de seu tempo para a ENGENHARIA BIOMÉDICA, através da expertise na operação e Manutenção de equipamentos médicos-hospitalares (de inclusive combate ao COVID) será - sempre - uma referência para seus alunos, para seus colegas de trabalho. Foi o "cara" dos Projetos integradores e um viajante faminto na busca de tecnologias hospitalares nas feiras e eventos por este Brasil - e sempre incentivando seus alunos a participarem. Educação TECNOLÓGICA para salvar vidas, inclusive com o seu pioneirismo de fazer o diagnóstico por ultrasom "móvel", assistindo inúmeras necessidades in loco. Professor por paixão...de aproximadamente 6 anos na IES FUNORTE...com dedicação diferenciada....sua principalmente característica:...disponibilidade para o AVANTE....”.

Thalita Pimentel, professora mestra, Pró-reitora de Ensino Pesquisa Extensão do Centro Universitário Funorte, também escreveu: "Hoje, perdemos para esta hostil doença, um membro de nossa comunidade Zircática, de nossa tribo, de nossa instituição. Um estudioso e engajado profissional. Que haja serenidade no coração daqueles dele, que ficam, e de todos nós. Nosso respeito e admiração pelo professor Kléber. Que Deus abençoe a todos."


O Centro Universitário Funorte lamenta profundamente este perda inestimável e deseja as mais sinceras condolências à família enlutada. Kléber era filho de Miro Vídeo, que está aposentado e trabalhou por muitos anos também na Funorte.


Publicada em: 20/03/2021
339 Visualizações
Tags:

Notícias Relacionadas: