Parcerias:

(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Médico Veterinário formado pela Funorte trabalha em respeitado Hospital de Cavalos de Pernambuco



Salvar vidas. Esse foi o lema que impulsionou o médico veterinário João Victor Nobre Santos, de 24 anos, a estudar na Funorte e escolher a graduação de Veterinária. Ele concluiu o curso superior no final de 2019 e atualmente trabalha a milhares de km de Montes Claros, sua terra natal.


João Victor integra a equipe de médicos veterinários do respeitado Hospital de Cavalos Citequin, no município de Paudalho – no estado de Pernambuco, a 40km da capital Recife. O profissional aposta na carreira e já está fazendo residência em clínica médica e cirurgia de equinos.


O trabalho diário com cavalos é uma realização para João Victor, uma vez que, segundo ele, desde a infância ele é apaixonado com estes animais. “Aqui no Hospital nossa rotina não para, pois estamos numa região que tem muitos criadores de cavalos de raça como Quarto de Milha, cavalos com foco em vaquejadas e ainda atendemos demandas de outros estados como Alagoas, Paraíba e Sergipe”, contou.


O veterinário contou como conheceu o Hospital de Cavalos de Paudalho. “Minha amiga e médica veterinária Rosa Aquino foi residente aqui e eu descobri o hospital através dela. Desde então, quis fazer estágio aqui, comecei como estagiário em 2017 e depois voltei mais vezes, vim fazer meu estágio obrigatório aqui e no início deste ano recebi a proposta para ser residente”.


João Victor garante que o estágio é uma etapa importantíssima na vida do estudante, ele conta que desde o 3° período já atuava no Hospital Veterinário da Funorte Renato de Andrade, além disso também estagiou na Exposição Agropecuária de Montes Claros desde que ingressou na faculdade.


Ao recordar dos estágios, ele também lembrou do período das aulas teóricas e práticas e citou alguns professores que marcaram sua vida nos bancos de faculdade. “Das disciplinas que mais me marcou, sem dúvida, foram patologia clínica, com a professora Silene Barreto, a qual fui monitor da matéria. Disciplina de patologia clínica cirúrgica com os professores Pedro Lage, Raul Dornas e Amanda; Disciplina de toxicologia com a professora Poliana e Clínica de Grandes animais com a professora Clara Mota e Otaviano. Mas além das disciplinas, me marcaram muito os veterinários do Hospital Renato de Andrade, onde fui estagiário por um bom tempo, sou muito grato a Pedro, Poli e Déborah. Além deles, sou muito grato às veterinárias e veterinários que passaram pela minha vida, como minha amiga e inspiração Rosa Aquino, à doutora Fernanda Caju (minha mãe pernambucana) para qual eu trabalho hoje e ao doutor Travassos.

Eles me ensinaram a amar o cavalo e me ensinaram tudo e mais um pouco. Me marcaram muito pela maneira de ensinar, pela confiança, pelo interesse em me ver crescer nessa profissão tão linda, a eles somente posso agradecer”.

Humildade e perseverança

Ao ser indagado sobre o segredo do sucesso, o profissional respondeu: “Ainda não alcancei por inteiro, mas estou no caminho e não pretendo sair tão cedo. Sem estudo, esforço e abdicação nada se ganha”. Ele reforça que seus planos para os próximos anos é concluir sua residência, ter estabilidade financeira e ingressar no mestrado e doutorado na área de clínica e cirurgia de equinos e poder além de trabalhar na área, lecionar. A curto prazo, ele conta que pretende ainda trabalhar muito e aprender muito.


Para João Victor, um profissional diferenciado deve lutar para alcançar seus objetivos, correr atrás dos seus sonhos: “pois para mim nada nunca caiu do céu, sempre batalhei muito para chegar e alcançar o pouco diante de tudo que eu ainda quero conseguir”.


Sobre o trabalho nesse período de pandemia, ele salientou que a alteração vivenciada por ele e muitos profissionais está nas relações interpessoais, por causa do distanciamento, mas segue trabalhando normalmente, tomando todas as precauções.


Para os calouros e formandos, o médico veterinário disse apesar de ser novo na profissão ele pode assegurar que ter amor a profissão e querer salvar vidas são determinantes na vida de todo profissional da veterinária.


Publicada em: 22/07/2020
190 Visualizações
Tags:

Notícias Relacionadas: