(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Liga Acadêmica de Fisioterapia Neurofuncional abre inscrições para novos membros


A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença autoimune, de caráter crônico e progressivo, que atinge preferencialmente a população jovem-adulta, apresentando diversas manifestações clínicas, incluindo mais comumente a redução da força e equilíbrio, coordenação motora fina e grossa, flexibilidade, alterações da sensibilidade, marcha, visão e do sistema geniturinário, além de alterações emocionais (RODRIGUES, 2017). A causa é ainda desconhecida, mas a hipótese mais aceita é a de uma combinação entre predisposição genética e fatores ambientais, que em conjunto acarretariam uma disfunção do sistema imunológico, dirigidos principalmente a bainha de mielina, levando assim a um distúrbio na condução dos impulsos nervosos (MOREIRA, 2000; SANTOS, et.al. 2017.).

Dentre a equipe multidisciplinar atuante nos casos de pacientes com EM, a fisioterapia neurofuncional é uma área imperativa no tratamento, pois irá cuidar diretamente da sintomatologia e conseqüências apresentadas, minimizando as limitações e complicações advindas da doença, além de otimizar a sua funcionalidade, devolvendo melhor qualidade de vida e bem-estar ao paciente (VARGAS, 2002). Entre as metas, objetivos e condutas da fisioterapia encontram-se os exercícios físicos para melhora da força e flexibilidade, incluindo movimentos passivos, ativos e ativos-resistidos, alongamentos e liberações musculares, treinos de equilíbrio em circuitos com obstáculos, diferentes texturas e nivelamentos, equilíbrio bipedal e unipodal no jump ou buzu, treino de marcha, exercícios que simulem as atividades de vida diária, treino de resistência e estabilidade postural, propriocepção, descarga de peso e transferências/locomoção (SANTOS, 2017; ALMEIDA, et.al. 2007; VARGAS, 2002).

Neste âmbito, a LAFIN - Liga Acadêmica de Fisioterapia Neurofuncional Funorte, convida à todos os acadêmicos para fazerem parte da nossa equipe e informa que o processo seletivo para a seleção de membros está aberta e continuará em aberto até o dia 07 de outubro, tendo a sua prova de seleção no dia 07/10, às 18h, no Campus Amazonas.

 

 

 

ALMEIDA, S.R.M. et al. Eficiência do treino de equilíbrio na esclerose múltipla. Fisio. em Movimento, v.20, n.2, p. 41-48, abr./jun., 2007.

MOREIRA, M.A. et al. Esclerose Múltipla. Arq. Neuropiqui. v.58, n.2, p. 460-66, 2000.

 

RODRIGUES, L.P.; CATARINO, B.M. Grupo de cuidado e atenção à saúde dos pacientes com esclerose múltipla: uma proposta multidisciplinar. Unila, 2017.

SANTOS, C.F. et al. Avaliação dos efeitos dos exercícios neuromotores na funcionalidade de um indivíduo portador de esclerose múltipla. Cad. da Esc. de Saúde, v.17, n.1, p.53-66, 2017.

VARGAS, A.L. et.al. Exercícios terapêuticos para portadores de Esclerose Múltipla com déficit de coordenação motora e equilíbrio. Fisiot. Brasil. v.3,n.3,p. 151-56, mai./jun., 2002.


Publicada em: 07/10/2019
Tags: