Parcerias:

(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Funorte qualifica estagiários da Defensoria Estadual Unidade Janaúba


 

Oficina de Conciliação e Mediação realizada pelo Núcleo de Práticas Jurídicas Funorte Montes Claros e pela psicóloga e mediadora de conflitos professora Marajane Alencar Loyola, com o apoio do curso de Direito da Funorte Janaúba e em parceira com o Coordenador Regional da Defensoria Pública Estadual, Cláudio Fabiano Pimenta.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Estagiários da Defensoria Pública Estadual da unidade de Janaúba e acadêmicos do curso de Direito da Funorte Janaúba participaram da Oficina de Conciliação e Mediação realizada nessa sexta-feira, dia 6 de março, em uma parceria entre o Núcleo de Práticas Jurídicas da Funorte Montes Claros - NPJF, Coordenadoria Regional da Defensoria Pública, a Defensoria Pública Estadual unidade Janaúba e a psicóloga e mediadora de conflitos professora Marajane Alencar Loyola.
Maria Marta Guimarães, gestora da Funorte Janaúba; advogada e professora, Maria Inês Gomes da Silva; Lucas D'Angelis, Coordenador do curso de Direito da Funorte Janaúba; advogada e professora Kátia Suely de Melo Gusmão, Coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas Funorte Montes Claros; Psicóloga e mediadora de conflitos Marajane Alencar Loyola; e os Defensores Claudijane Gomes, Valdelúcio Fernandes e João Helton, da Defensoria Pública da unidade Janaúba.

De acordo com o coordenador do Curso de Direito da Funorte Janaúba, Lucas D'Angelis Pires David, esse curso contribui quanto na assimilação do conhecimento pelos operadores do Direito da Funorte Janaúba e ainda capacita os acadêmicos que estejam realizando estágio na Defensoria Pública de Janaúba.
A oficina foi no campus Janaúba da Funorte e, segundo o coordenador do curso de Direito, o novo Código de Processo Civil aprimora na solução dos conflitos da maneira mais conciliatória possível para diminuir os processos no judiciário. “A Mediação e Conciliação possibilita com o diálogo, através da intervenção do conciliador/mediador, resolver conflitos”, explicou Lucas D'Angelis.
Fotos Oliveira Júnior
Sugerido pela Coordenadoria Regional da Defensoria Pública, o Núcleo de Práticas Jurídicas Funorte Montes Claros, com o apoio da Funorte Janaúba realizaram a Oficina de Conciliação e Mediação em parceria com a Psicóloga e mediadora de conflitos Marajane Alencar Loyola, aos estagiários da Defensoria da Unidade de Janaúba, com a participação de acadêmicos do curso de Direito.

A professora, psicóloga e mediadora de conflitos Marajane Alencar Loyola orientou os participantes do curso quanto à importância da qualificação em mediação e conciliação para o mercado de trabalho. Ela cita que a oficina realizada na Funorte Janaúba é uma oportunidade dos operadores do Direito conhecer e entender a prática da mediação em favor da pacificação social em torno dos conflitos.
Fotos Oliveira Júnior
Houve a realização da simulação de uma Conciliação e Mediação com os estagiários da Defensoria e acadêmicos de Direito da Funorte Faculdade de Janaúba.

A Oficina de Conciliação e Mediação contou com as presenças dos Defensores Públicos Claudijane dos Santos Gomes, João Helton Barbosa e Valdelúcio da Silva Fernandes, todos da unidade de Janaúba da DPMG, a professora, psicóloga e mediadora de conflitos Marajane Alencar Loyola, a Advogada e Professora Kátia Suely de Melo Gusmão, coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da Funorte Montes Claros; e a professora e Advogada Maria Inês Gomes da Silva. A oficina foi sugerida pelo coordenador regional da Defensoria Pública, Dr. Cláudio Fabiano Pimenta.
A Professora Kátia Suely de Melo Gusmão informou que a oficina de capacitação em parceria com a Funorte Janaúba foi uma sugestão da Coordenadoria Regional da Defensoria Pública com o intuito de instalar uma Central de Mediação e Conciliação na unidade de Janaúba. Ela ressalta que o Núcleo de Práticas Jurídicas tem uma parceria com o Conselho Nacional de Justiça.


Publicada em: 12/03/2020
52 Visualizações
Tags: