Parcerias:

(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Fonoaudióloga egressa Funorte atua com profissionalismo em cidade da Bahia


 

Já faz quatro anos, mas parece que foi ontem. Assim a fonoaudióloga Marisa Kellen Santos de Moraes, 29 anos, iniciou esta entrevista, ao referir-se à conclusão de sua graduação. Formada pela Funorte em 2016, a profissional, que é natural da cidade de Guanambi-BA, conta que decidiu trabalhar em sua cidade natal logo depois de sua formatura em 2017. Foi em Guanambi que Marisa conheceu sua cara metade e também casou-se. A jovem profissional ainda não tem filhos.

Atualmente, Marisa trabalha na UTI Neonatal do Hospital Geral e também faz atendimentos clínicos na Clínica CLISO na mesma cidade. Ela assiste pacientes nas seguintes áreas: Motricidade Orofacial, Disfagia e Linguagem.

Pós-graduada em Saúde Pública com foco em Estratégia de Saúde da Família (ESF) e pós-Graduanda em Fonoaudiologia Hospitalar, Marisa ressalta que escolheu fazer fonoaudiologia porque é uma profissão muito importante para a saúde, educação e comunicação, e apresenta diversas áreas de atuação, especialização e capacitação. “A escolha da Funorte veio por indicação de uma amiga que cursava Medicina Veterinária e, após buscar mais informações sobre a instituição e sobre a fono, gostei da proposta de ensino da universidade”.

Sobre a receita do sucesso, a fonoaudióloga diz que: “é preciso ter humildade, ética, respeito ao paciente e ao seu familiar, dedicação para propor a melhor conduta terapêutica, buscar novos conhecimentos, saber trabalhar em parceria e prezar pelo trabalho humanizado”.

A fonoaudióloga lembra que, durante a academia, a disciplina de Motricidade Orofacial a marcou. “Porque foi uma das áreas com que mais me identifiquei e que desejava atuar. Também tenho boas lembranças do professor Rennan Reis que, além de dominar todo o conteúdo da disciplina, tinha conhecimento aprofundado em outras áreas do cursos e compartilhava atualizações e recursos para contribuir na qualidade da disciplina”.

Mas a profissional garante que, apesar de ter uma disciplina com que se identificou mais, é de suma importância dedicar-se da mesma forma em todas áreas, pois, segundo ela: “o fonoaudiólogo deve ter a capacidade de olhar para o paciente como um todo, ou seja, identificar todas a suas necessidades, pois, por mais que não vá atuar em determinada área, dever ter conhecimento suficiente para encaminhar o paciente e orientar a família/paciente”.

Sobre planos para o futuro ela assegura: “Meu objetivo e planos para os próximos anos são atuar como Fonoaudióloga Infantil, ser referência em atuação da Fonoaudiologia em Neonatologia e ser professora universitária, principalmente do curso de Fonoaudiologia”.

A pandemia, segundo a jovem profissional, proporcionou a busca de novos conhecimentos, treinamentos e capacitações. Ela garante que irá continuar a investir em sua carreira de trabalho e nos estudos e aconselha os recém-formados e os que ainda irão se formar: “é importante não desanimar, pois, muitas vezes, essa fase inicial é difícil, mas as oportunidades aparecem, é só ter paciência, dedicação e buscar encontrar  seu próprio caminho. A Fonoaudiologia tem um enorme mercado de trabalho no qual podemos trabalhar de forma satisfatória e promissora. È tudo questão de tempo”.

Curso é único na região - Jadson Rabello Assis, coordenador do curso de Fonoaudiologia, assegura a qualidade da graduação da Funorte. “Todos os nossos egressos estão empregados no mercado de trabalho no norte de Minas e região, inclusive com aprovações em concursos públicos. Atualmente, a Fonoaudiologia é o curso que mais garante o futuro do profissional, por ter ampla área de atuação principalmente na comunicação. O mercado de trabalho é um dos melhores do Brasil e estão faltando fonoaudiológos no norte de Minas. O curso de Fonoaudiologia da Funorte tem excelente espaço físico, conta com laboratórios e clínica próprios instalados no Campus Funorte JK e Funorte Campus Amazonas para as atividade práticas, além de seleto corpo docente.

 


Publicada em: 13/07/2020
331 Visualizações
Tags:

Notícias Relacionadas: