Parcerias:

(38) 2101-9292
(38) 98407-1291

Estudantes de Enfermagem são destaque em Liga Materno Infantil


 

Legenda da foto: - Nayara Ruas, Livia Maria Ramos, Samara Atanielly Rocha, Karoline de Souza, Simone Ferreira, Priscila Antunes, Andressa Caciquinho, Kelvyn Prates

Eles têm entre 21 e 23 anos, mas já são bem experientes e destaques no curso de Enfermagem. Karoline de Souza Oliveira, presidente; Kelvyn Mateus Dantas Prates, vice-presidente; Samara Atanielly Rocha, ensino, pesquisa e extensão, Lívia Maria Marques Ramos, comunicação e mídia, Andressa Caciquinho, secretária e Denner Mota, tesoureiro fazem parte da Liga Acadêmica de Enfermagem Materno Infantil – LAEMI -. O trabalho desenvolvido pelos acadêmicos de Enfermagem da Fasi e da Funorte objetiva ampliar conhecimento científico e aplicar conceitos nos processos práticos de humanização dos atendimentos.

A estudante do sétimo período, Samara Atanielly Rocha, explica que a Liga funciona como uma extensão e tem a missão de desenvolver projetos e ações no âmbito da Enfermagem Materno Infantil. Ela também salienta que a Liga permite um amplo aprendizado prático, uma vez que aprova a realização de estágios dentro do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro nos setores pré-parto, parto, maternidade, UTI Neo e outros. Além disso, são desenvolvidas atividades nas Estratégias de Saúde da Família com a temática envolvendo Saúde da Mulher e da Criança, ações de sensibilização e projetos de pesquisa para o desenvolvimento científico dos integrantes da LAEMI.

Samara relata, ainda, que está como diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão da LAEMI, e que possui um sentimento de muita gratidão pelo projeto. “Sou grata por ser da primeira equipe, sendo a LAEMI pioneira como Liga Acadêmica de Enfermagem e por estarmos vivenciando novos aprendizados, conteúdos, práticas que agregam na nossa bagagem acadêmica”.

A coordenadora do curso de Enfermagem da Fasi, Cláudia Danyella Leão, ressalta que a liga Laemi é uma estratégia extracurricular que tem o objetivo de promover um aprofundamento teórico-prático das atividades vivenciadas em sala de aula nas disciplinas de saúde da mulher e da criança. “Ela busca complementar a formação dos acadêmicos nessas áreas, promovendo o senso crítico e também o raciocínio científico, agregando valor ao seu conhecimento e ao seu currículo. As ligas são vistas como um grande diferencial na vida acadêmica”.

Além dos estudantes, participam da liga as professoras coordenadoras do projeto: Nayara Ruas, Priscila Antunes e Simone Ferreira. Segundo Nayara, participar da LAEMI permite ao futuro profissional uma formação diferenciada em saúde, antecipa a inserção do acadêmico no campo de atuação e preenche algumas lacunas de conhecimento. A professora destaca ainda que há benefícios também para a comunidade, uma vez que ela recebe enfermeiros mais capacitados e habilitados. “O trabalho da Liga é uma maneira de fazer com que o atendimento chegue a comunidades mais carentes, que antes não chegaria ou chegaria com mais dificuldade”. A docente lembra também que o estudante que participa da Liga une teoria e prática e investe em atividades extracurriculares e complementares. "O acadêmico pode produzir artigos científicos, participar de congressos e ter esse grande diferencial mais cedo no currículo”.

A Liga de Enfermagem está na redes sociais @laemiliga. Para mais informações entre em contato pelo e-mail: laemi2019@gmail.com


Publicada em: 09/07/2020
309 Visualizações
Tags:

Notícias Relacionadas: