Parcerias:

(38) 2101-9494
(38) 98407-1291

Egresso de Serviço Social é aprovado em Residência em Saúde Mental


 

O curso de Serviço Social das Faculdades Funorte forma profissionais capazes de expandir em múltiplos segmentos, desde o setor público até o privado, como educador social, na área de pesquisa e consultoria, entre outras infinitas possibilidades. Prova disso é o egresso Welton Vinicius Santos Silva, de 25 anos, que concluiu a graduação em 2017 e agora espera ser chamado para residência em “Saúde Mental” pelo Instituto Raul Soares, através da rede (FHEMIG), em Belo Horizonte.  
Welton Santos tem um currículo extenso na área da pesquisa relacionada ao comportamento humano. Fez uma disciplina isolada em mestrado com a temática envolvendo “Identidade de Gênero” e agora está se especializando em “Sexualidade Humana”.
“A sexualidade ainda é vista como TABU em nossa sociedade. A partir dessa temática busquei entender através da história social o porquê do tratamento diferenciado entre homens e mulheres, esse assunto, no que se refere, a minha formação profissional, preconiza a eliminação de toda forma de preconceito incentivando o respeito à diversidade – está no nosso código de ética. Através dos estudos, conseguimos efetivar a garantia de um debate embasado e fundamentado, compreendendo as diferenças e fazendo delas algo comum a todos”, justifica Welton.
As questões envolvendo o comportamento humano sempre chamaram atenção de Welton. Durante o curso de Serviço Social, as disciplinas que o egresso mais tinha ‘vínculo’ eram as ligadas à família em toda sua complexidade e assuntos que envolviam crianças e adolescentes.
“Sempre participo de encontros locais e regionais com temas pertinentes na área de formação, com cursos de aperfeiçoamento e qualificação profissional, sobretudo com enfoque a questões de gênero, família e cidadania. Atualmente, participo de cursos relacionados a debates sobre questões de gênero e subjetividades”, pontua.
Para Welton, o curso de Serviço Social é uma excelente graduação para quem deseja seguir área que envolve garantia de direitos. Ainda segundo ele, a escolha por estudar na Funorte foi pela instituição ser uma das mais completas e com corpo de professores altamente qualificado.
“Aprendi que é preciso ser humano antes de profissional, e entender que nem tudo será da mesma forma sempre. A melhoria continuada deve servir de base para garantia de bons resultados tanto pessoais quanto profissionais”, conclui o egresso.

 
 
 

 


Publicada em: 19/02/2021
202 Visualizações
Tags: