Dentro da programação da III Semana Acadêmica da Farmácia, que acontece entre os dias 3 e 7 de setembro, foi composta por especialistas e farmacêuticos, uma mesa redonda com a proposta de fundamentar a discussão referente ao tema: “Farmacologia aplicada”. Luiz Felipe Oliveira Barros, farmacêutico, fez parte da mesa do debate e esclareceu algumas dúvidas apontadas pelos estudantes. “A mesa redonda tem essa proposta de interação entres alunos e professores, há uma troca de experiências, na qual buscamos levar e difundir sobre o que é a farmacologia. É uma forma de estar próximo ao aluno que tem funcionado bastante”, afirma.

Leonardo Lana, farmacêutico industrial, falou das atualizações na farmacologia, da inserção do aluno em sua futura área de trabalho e dentro da discussão proposta, casos cotidianos foram usados como exemplo. “Fizemos simulações de situações que podem acontecer no dia a dia de um farmacêutico, seja aquele que manipula os fármacos ou aquele que está atrás do balcão. É importante preparar o profissional enquanto é ainda estudante para que ele saiba lidar com as diversas situações que podem o surpreender em seu trabalho. A farmacologia pode ser vista, de forma teórica, como algo muito complexo, mas, que na pratica torna-se muito simples, e discutir com aluno sobre isso é fundamental para que ele perca o receio de atuar em sua área”, pondera.

Estudante do 10º período de Farmácia, Mariana Virgínia, ressaltou a relevância de momentos como este para a grade acadêmica. “É uma oportunidade que temos para tirar todas as dúvidas, sobre casos reais e que acontecem todos os dias. Também obtemos esclarecimento sobre posologias e reações adversas que os medicamentos podem causar no corpo. Por fim, é enriquecedor ter a atenção de especialistas que já atuam no mercado de trabalho e trazem suas experiências para nós”, finaliza.

Ingrid Neves

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *