Viviane Cristine Leite Gomes, 28 anos, é graduada em Medicina Veterinária e atualmente, exerce a profissão no Hospital Universitário Veterinário Renato Andrade. Filha de produtor rural e administradora, desde a infância, se identificou com a Medicina Veterinária.

Durante a graduação, realizou projetos de pesquisas em áreas como Nutrição, Medicina esportiva, clínica e reprodução de equinos e, por meio do Ciências sem Fronteiras, cursou Medicina Veterinária e Ciência Animal na Kansas State University (Kansas, EUA), onde desenvolveu projeto de pesquisa sobre centrifugação e congelamento de sêmen equino. Viviane ainda teve projetos apresentados e premiados pelo Colégio Americano de Reprodução Animal durante a conferência anual em 2013 (Society for Theriogenology Annual Comference, 2013).

Em 2015, já graduada como Médica Veterinária, trabalhou e desenvolveu projeto de pesquisa sobre citologia uterina equina no Rood and Riddle Equine Hospital (Kentucky, Estados Unidos). Pesquisa que também foi premiada pelo Colégio Americano de Reprodução Animal (Society for Theriogenology Annual Comference, 2016). Em seguida, realizou Internato (Internship) em Reprodução e Medicina Ambulatorial de Grandes Animais na University of Georgia (Georgia, Estados Unidos).

Atualmente, foi aprovada em Doutorado na Louisiana State University (Louisiana, Estados Unidos). Segundo Viviane, trata-se de uma posição combinada em que atuará como Doutoranda (PhD) e Professora de Theriogenology (Reprodução Animal). Ela explica, ainda, o que a aprovação representa para ela.

“A aprovação para o PhD é resultado de toda uma vida pautada em muito estudo e dedicação. Desde o momento em que prestei vestibular para Medicina Veterinária, decidi que, de alguma forma, conquistaria um maior reconhecimento dessa profissão no Norte de Minas Gerais. Percebi, ao longo da minha formação, que este reconhecimento se daria pela prática da Medicina Veterinária de excelência, baseada em padrões, até então, pouco vislumbrados ou considerados inatingíveis para a realidade socioeconômica da nossa região. A fim de conquistar esse objetivo, sabia que seria necessário ter foco e trabalhar duro. Neste caminho, encontrei grandes mentores, tanto na graduação como nas especializações, que acreditaram no meu potencial e me ajudaram a abrir inúmeras portas no Brasil e no exterior”, destacou.

Viviane conta que além do reconhecimento, a nova etapa lhe trará novos desafios. “O doutorado certamente trará novos desafios e ampliará meus horizontes profissionais. Acredito que será uma época de muito aprendizado, além de uma oportunidade única de contribuir para a evolução científica da reprodução equina. Ao trabalhar a campo como Médica Veterinária, identifiquei inúmeros entraves ainda experienciados por esta classe profissional. Assim, seria extremamente gratificante realizar descobertas científicas que otimizem de alguma forma esta atividade. Além disso, ao atuar como Médica Veterinária do Hospital Veterinário Renato de Andrade, tive a oportunidade de passar um pouquinho do conhecimento adquirido aos nossos acadêmicos durante o período de estágio. Em consequência, descobri a minha vocação para ensinar e contribuir para a formação de Médicos Veterinários, tarefa que continuarei executando nos Estados Unidos com o cargo de professora, concomitante à execução do PhD”, finalizou.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *