Graduação recebeu nota 4 na avaliação do Ministério da Educação

O curso de Gastronomia da Funorte recebeu avaliação de excelência pelo Ministério da Educação (MEC). O resultado foi 4 de uma escala que varia de 1 a 5. A visita dos representantes da instituição federal ocorreu entre os dias 2 e 3 de março. De acordo com o professor e coordenador, Jonas Sacchetto, o resultado representa o reconhecimento e o esforço de todos. ”Pela lei, a auditoria do MEC vem duas vezes, sendo a primeira para autorizar e a segunda para reconhecimento, que foi esta que tivemos agora para avaliar a nossa situação com relação a tudo, documentação, matriz curricular, quadro docente, dentre outras coisas. Vários critérios são avaliados através de reuniões, com professores e acadêmicos, pontuando todos os critérios. Isso é muito relevante, pois motiva nosso corpo docente e os alunos, a seguir trabalhando e estudando com entusiasmo”, explica.

Jonas ainda destaca que o sucesso do curso se deve também a união de todos, pois, alunos e professores e acadêmicos trabalham em conjunto. O docente Guilherme Oliveira partilha da mesma opinião. ”Essa nota representa para o curso a qualidade do trabalho de todos os envolvidos no processo de fortalecimento do ensino superior na nossa região, ainda mais em uma área totalmente inovadora que é a Gastronomia. Além da junção entre: direção, professores, membros do Núcleo Docente Estruturante (NDE), técnicos administrativos, coordenação e é claro os acadêmicos que são nossos grandes inspiradores”, pondera.

Para a diretora pedagógica Thalita Pimentel o resultado é fruto de muita dedicação para colocar um curso tão inovador para a cidade. ” Trazer esta área para Montes Claros foi um desafio muito grande. E esta nota é a expressão do Ministério da Educação pelos nossos esforços. Significa uma valorização de um trabalho em equipe da direção, coordenação e professores de uma instituição pioneira que é a Funorte vindo do órgão máximo que regula as escolas de ensino superior. Além disso, nosso coordenador de Gastronomia e o corpo docente foram muito elogiados pela comissão avaliadora. E vários outros fatores, tais como, a cozinha didática com equipamentos de última geração, biblioteca capaz de oferecer toda a bagagem teórica, plano de expansão preparado aprovado por eles, enfim, é uma junção que trouxe esta conquista para nós”, concluiu.

Gabriel Mota

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *