1. O Núcleo de Avaliação, Qualidade e Estratégia de Montes Claros – NAQUE REGIONAL – é responsável pelo controle das ações visando ao Enade.
  2. As aulas de Formação Geral (FG) são obrigatórias para todos os alunos enadeanos do ciclo vigente.
  3. É obrigatória a presença do professor de Formação Específica (FE) do curso nas aulas de Formação Geral que correspondam ao seu horário, para colaboração com a proposta de ensino;
  4. Serão distribuídos 10 (dez) pontos em todas as disciplinas do período em curso, excetuando-se as disciplinas em regime de dependência e as adaptações. A distribuição dos pontos dar-se-á dentro dos 25 (vinte e cinco) pontos referentes a Outras Atividades e será efetivada da seguinte forma:

     – 8 (oito) pontos distribuídos através da aplicação de trabalhos e/ou atividades avaliativas, a critério do professor;

     – 2 (dois) pontos para os alunos que tiverem a frequência comprovada mínima de 75% (setenta e cinco por cento) às aulas;

  1. O professor deverá criar situação de aprofundamento do conteúdo da apostila a partir de exercícios de fixação, atividades-relâmpago, desafios pedagógicos, entre outros, para composição das aulas de FG;
  2. Todos os alunos que tiverem a frequência comprovada mínima de 75% (setenta e cinco por cento) às aulas de FG farão jus a um certificado de 20 (vinte horas) horas de atividades complementares;
  3. O acompanhamento e garantia de distribuição de pontos nas disciplinas ficará a cargo do coordenador de curso;
  4. O encaminhamento da lista de participantes às aulas de FG, para elaboração dos certificados pelo Naque, será de responsabilidade do coordenador de curso.
  5. Ao final de cada semestre letivo será realizado o Teste de Formação Geral e Específica (FGE) visando à preparação do discente para o Enade.
  6. Serão aplicados 2 (dois) testes FGE anualmente, sendo um no primeiro semestre e outro no segundo semestre;
  7. a elaboração dos testes FGE é de responsabilidade do Naque Nacional;
  8. a organização, validação, distribuição, tabulação e correção dos testes FGE ficarão a cargo do Naque Regional;
  1. Os testes FGE serão aplicados a todos os alunos enadeanos dos ciclos vigente e subsequente;
  2. Os alunos do ciclo vigente que realizarem o teste FGE terão direito a uma pontuação extra em todas as disciplinas do período em curso, excetuando-se as disciplinas em regime de dependência e as adaptações, além dos 100 (cem) pontos distribuídos, de acordo com o seu aproveitamento no teste FGE:

1) 10 (dez) pontos para aproveitamento igual ou superior a 60% (sessenta por cento);

2) 8 (oito) pontos para aproveitamento entre 55% (cinquenta e cinco por cento) e 59% (cinquenta e nove por cento);

3) 6 (seis) pontos para aproveitamento entre 50% (cinquenta por cento) e 54% (cinquenta e quatro por cento);

4) 4 (quatro) pontos para aproveitamento entre 45% (quarenta e cinco por cento) e 49% (quarenta e nove por cento);

5) 2 (dois) pontos para aproveitamento entre 40% (quarenta por cento) e 44% (quarenta e quatro por cento);

6) 1 (um) ponto para aproveitamento inferior a 40% (quarenta por cento).

  1. Os alunos do ciclo subsequente que realizarem o teste FGE terão direito a uma pontuação extra em todas as disciplinas do período em curso, excetuando-se as disciplinas em regime de dependência e as adaptações, além dos 100 (cem) pontos distribuídos, de acordo com o seu aproveitamento no teste FGE:

1) 5 (cinco) pontos para aproveitamento igual ou superior a 55% (cinquenta e cinco por cento);

2) 4 (quatro) pontos para aproveitamento entre 50% (cinquenta por cento) e 54% (cinquenta e quatro por cento);

3) 3 (três) pontos para aproveitamento entre 45% (quarenta e cinco por cento) e 49% (quarenta e nove por cento);

4) 2 (dois) pontos para aproveitamento entre 40% (quarenta por cento) e 44% (quarenta e quatro por cento);

5) 1 (um) ponto para aproveitamento inferior a 40% (quarenta por cento).

  1. Após a divulgação do resultado oficial do Enade, o egresso terá direito a uma bolsa para a realização de curso de pós-graduação lato sensu na Fasi/Funorte de acordo com o seu aproveitamento no exame, a saber:
  2. nota no Enade entre 40% (quarenta por cento) e 49% (quarenta e nove por cento): meia bolsa;
  3. nota no Enade entre 50% (cinquenta por cento) e 69% (cinquenta e nove por cento): bolsa integral;

c.) nota no Enade igual ou superior a 70% (setenta por cento): bolsa integral mais um tablet.

  1. O egresso terá um prazo de 60 (sessenta) dias a contar da divulgação do resultado oficial do Enade para requerer a bolsa de pós-graduação.
  2. O egresso que realizou o Enade 2016 terá o direito de requerer a bolsa de pós-graduação somente até o dia 30/04/2018.
  3. Qualquer situação não constante desta diretriz será tratada pelo Naque Regional em parceria com os órgãos competentes.
  4. Fica revogada a Diretriz Enade do Naque Regional, de fevereiro de 2017.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *