O colégio Ímpar em Parceria com a Polícia Militar de Minas Gerais formou, nessa quarta-feira (12), estudantes do Programa Educacional de Resistência ás Drogas e a Violência (Proerd). O projeto é aplicado na escola há três anos, nas turmas do quinto ano.

A diretora do Ímpar, Fernanda Tavares, ressalta que esse projeto veio para contribuir na formação e preparação dos alunos para sociedade. “Acreditamos que é uma grande parceria pra ajudar na formação dos alunos. A preparação que os policiais possuem para desenvolver esse programa aproximam os estudantes do agente, sendo parceiro para uma sociedade melhor”, reforça.

O Cabo Maia esteve presente na formatura como cerimonialista do evento. Ele explica a importância do Proerd para os estudantes. “Hoje os jovens estão sujeitos as ofertas através do que a tecnologia vem proporcionando com as redes sociais. Conscientizamos a eles o uso adequado e os preparamos para resistir a essas influências. O Proerd trabalha na forma de humanizar a polícia e tirar aquela imagem de ditadura que as pessoas têm. Para nós essa parceria com a escola é de grande valia”, diz.

As aulas foram ministradas pelo policial militar, Cabo Alan. Ele explica que foi um período muito importante para o desenvolvimento dos estudantes. “Trabalhamos mais a questão da prevenção, contra as drogas, de forma que eles se sintam seguros quando estiverem diante de situações que colocam em risco a própria integridade física, saúde e escolhas. Os trabalhos contribuem para que eles estejam preparados quando forem receber alguma oferta dessas”, esclarece.

O evento contou com a presença dos pais dos formandos. A mãe do aluno Gabriel Queiroz, Cristina Queiroz, se sensibilizou ao ver o filho ganhar o primeiro lugar nas redações do Proerd. “Estou muito feliz e satisfeita por está aqui e saber que o meu filho absorveu esse aprendizado e todas as mensagens dos instrutores, polícia militar e toda equipe do programa. Fico muito emocionada ao perceber a mudança do meu filho depois do programa”, se emociona.

Os alunos foram homenageados, com mensagem de apoio e carinho pela professora e deputada federal, Raquel Muniz, que foi convidada para ser madrinha de formatura das turmas e representada pela diretora administrativa da Funorte São Luís, Ivanilde Queiroz.  “A professora Raquel Muniz não pode comparecer devido agenda já preenchida por outros compromissos em Brasília. Ficou triste por não está presente, mas mandou um grande abraço. Ela ama participar dos eventos do Ímpar e ficou honrada em receber o convite para ser madrinha das turmas. Fui representá-la e levei o abraço e o carinho dela para cada aluno. Assim como Raquel diz, temos que preservar, fazer crescer e dar continuidade à essa parceria com a Polícia Militar, em instruir nossos jovens, nossas crianças e os pais para dar segmento a estes ensinamentos em seus lares”, fortalece Ivanilde.

Marcus Braz

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *