Em comemoração a III Semana de Farmácia integrada da Funorte e Fasi, foi realizada nesta quinta-feira, 06 de outubro, no Espaço OAB Eventos, palestra para aproximadamente 500 pessoas com o tema: “Ciências forenses e o papel do farmacêutico”, ministrada pelo farmacêutico bioquímico, Hélio Zeferino de Freitas Junior, que também é investigador de polícia e possui vasta experiência no Laboratório de Toxicologia da Polícia Civil de Minas Gerais. O objetivo da palestra foi discutir a importância do farmacêutico dentro da pericia criminal.

A acadêmica do 8° período do curso de Farmácia da Fasi, Reinilda Rodrigues da Silva, acompanhada do violonista, Adriano Aparecido de Mattos, abriu o evento cantando a música: “Mais Uma Vez”, da banda Legião Urbana e compositores: Renato Russo e Flávio Venturini. Logo após, o saxofonista Marcelo Andrade entoou o Hino Nacional Brasileiro.

Em homenagem ao Outubro Rosa (campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama), os participantes sopraram balões com a cor rosa para representarem e simbolizarem o engajamento e comprometimento com a campanha.

Diretora da Fasi, Sabrina Gonçalves, agradeceu aos coordenadores e professores pelo empenho e trabalho desenvolvido com excelência, parabenizou os acadêmicos presentes e àqueles que ajudaram na organização do evento. “Vocês estão aqui porque querem buscar o conhecimento. Eventos como este é que fazem a diferença. Ele traz o “algo a mais” que precisam e que vai diferenciar na formação de cada um. Aproveitem este e os demais eventos que virão”, aconselhou Sabrina.

Para Jayme Rocha Sobrinho, coordenador do curso de Farmácia Fasi, este é o momento de celebrar a profissão. “Temos que comemorar o dia a dia em sala de aula, as dificuldades e desafios tanto dos alunos quanto professores. Este é um evento de união e confraternização, que pensamos e organizamos para ser um momento especial. A III Semana da Farmácia está sendo muito proveitosa. São palestras, minicursos e vários trabalhos científicos que foram apresentados. Aproveitem a palestra de hoje, com temática sugerida por vocês. Valorizem este momento porque ele é único”, ponderou o coordenador.

Segundo a coordenadora do curso de Farmácia Funorte, Cléia Almeida Prado, os acadêmicos da Funorte e Fasi são o futuro da profissão farmacêutica. “Tenho certeza que a profissão dentro da perspectiva de futuro está consagrada. Tudo que nós devemos conseguir e conquistar é que uma profissão agregue valor a sociedade e, diante de vocês, futuros farmacêuticos, falo: ‘quem acredita sempre alcança’!”, diz Cléia que completa: “Com 25 anos na profissão farmacêutica eu digo que sempre acreditei e acredito. Como integrante do Conselho Regional de Farmácia, viajo pelo Norte de Minas inteiro. O trabalho da Funorte e da Fasi tem mudado o cenário da profissão farmacêutica na região através dos nossos serviços de qualidades. Estamos mudando a história dos municípios, conferindo a população mais qualidade de vida porque o farmacêutico é um profissional de saúde que sabe cuidar, que tem como foco o medicamento, mas, busca também, a preservação da vida humana”, pondera.

Maronne de Quadro Antunes, coordenadora adjunta do curso de Farmácia Funorte, surpreendeu e emocionou ao cantar uma música para os participantes do evento. “Tenho um orgulho imenso de fazer parte desta equipe. Sou egressa da instituição. Estar com vocês e fazer parte do grupo Soebras é maravilhoso. “Desejo que plantem, pois vai chegar o momento que vão colher. Quem planta com boas sementes vai colher bons frutos. Nada que vocês fizerem durante a graduação será em vão. Foco, fé e força!”, afirmou

Durante a palestra, Hélio discutiu o significado e definição de “Perícia” feita por Genival Veloso França, que afirma: “Perícia é o conjunto de procedimentos médicos e técnicos que tem como finalidade o esclarecimento de um fato de interesse de justiça, ou como um ato pelo qual a autoridade procura conhecer, por meios técnicos e científicos, a existência ou não de certos acontecimentos, capazes, de interferir na decisão de uma questão judiciária ligada a vida ou à saúde do homem ou que com ele tenha relação”.

 Além disso, o especialista explicou como são escolhidos os peritos e quais são as classificações (peritos oficiais, não oficiais, extraoficiais), debateu sobre algumas nomenclaturas da área criminal como: prova, vestígio, evidencias indício. Por fim, explicou os eixos da Medicina Legal (Antropologia Forense, Anatomia Patológica, Odontologia Forense, Psicologia e Psiquiatria Forenses, Genética Forense e Toxicologia Forenses) e os maiores desafios de segurança pública.

Para o acadêmico do 9°período de Farmácia da Fasi, Paulo Henrique Soares, que ajudou a organizar o evento, a III Semana da Farmácia é algo muito especial. “A Turma do 9° período se reuniu e planejou este evento desde o semestre passado. Hoje, temos a culminância disso tudo. O que estamos vendo em todos estes dias mostra a cooperação, união e interação de todos em prol da profissão e da busca pelo conhecimento”, diz.

Após a palestra, os melhores trabalhos científicos apresentados durante a semana foram premiados. Na modalidade “Mostra de Práticas Integrativas” ganharam os acadêmicos: Marcelo Niza, Leonardo Vitor Ramos, Yago, Klênio, Marco Antônio, Marcony, Bruna e Amanda. Já na modalidade “Tema Livre: tecnologia em Plantas medicinais” sagrou-se vencedores: Poliana Oliveira, Débora Rodrigues, Karen Nádia e Sara. Por fim, na modalidade “Mostra de Farmacologia”, ficaram em 1° lugar, os alunos que falaram sobre a Loperamida. São eles: Gustavo Henrique, Matheus Loyola, Marcelo Eduardo, Benjamim Andrade e Fernando Valverde.

No final do evento, alunos, professores e coordenadores confraternizam-se através de um cofee break.

Poema utilizado no cerimonial do evento:

O Farmacêutico

Farmacêutico

Sois aquele

Que com colírios alivias os olhos

Dando soluções as doenças

Comprimindo a cura

Drageando e mascarando sabores

Encapsulando a fé

E emulsionando, tu uniste impossivelmente a água e o óleo.

Farmacêutico

Sois aquele

Que do sangue

Conseguistes dosar o normal

Contando uma a uma

Células do início da vida

E de excrementos

Que todos rejeitam

Tu descobristes utilidades

Para o diagnóstico

Farmacêutico

Vives no mundo obscuro

No mundo da pesquisa

Dedicando-se ao descobrimento de substâncias

Que a humanidade desconhece

Mas tu sabes o prazer da descoberta

E a vitória de um desafio.

Farmacêutico

Sois aquele que estais ao lado do leito hospitalar

Como um contra regra da saúde

Obstinado a providenciar o medicamento

Sem o intuito de que, algum dia uma voz caminhe a ti, e diga:

Obrigado, o medicamento que tu adquiristes foi de grande valia.

Farmacêutico

Entre posologias

E contra indicações

Continuas enfrentando todas reações adversas

Pois o efeito colateral

É causado por aqueles que não valorizam

Que tu sempre buscas o benefício

Assumindo todos os riscos.

Autor: Sérgio Luis Gomes da Silva – Farmacêutico

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *