As Faculdades Integradas do Norte de Minas- Funorte, em conjunto com o Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira, Fundação Hilton Rocha e parceria com as Secretaria Municipais de Saúde realizara, no dia 04 de dezembro, I simpósio de Oftalmologia do Norte de Minas.

Na solenidade de abertura, o fundador das Faculdades Funorte, Ruy Muniz, ressaltou a importância desta parceria e da realização do evento. “Pretendemos mostrar como a Funorte, o Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira e a Fundação Hilton Rocha estão inseridos na Oftalmologia nacional. Queremos mostrar, através deste simpósio, que é possível trabalhar, acreditar e investir no SUS (Sistema Único de Saúde)”, frisou.

A diretora geral da Fundação Hilton Rocha, Ariadna Muniz, destacou que o objetivo do evento é: “Divulgar a Oftalmologia, que é uma especialização nobre e traz muitos benefícios, produzindo ciência e tecnologia. Hoje, vamos discutir, debater e aprender Oftalmologia”, diz.

Para a diretora acadêmica da instituição, Thalita Nunes Pimentel, “tão importante quanto discutir e debater sobre o tema, é inserir os nossos acadêmicos neste contexto, desta forma, contribuímos efetivamente para a sua formação”, salienta.

Neste encontro, o palestrante convidado, Xisto Hernández, abordou acerca do Glaucoma e os perigos da doença. “Glaucoma é uma lesão do nervo óptico, de caráter progressivo, com perda de campo visual. Há risco de cegueira permanente, caso não diagnosticado e tratado a tempo”, explica.

Segundo ele, “dentre os fatores de risco para o glaucoma, incluem-se a pressão intraocular (PIO), idade avançada, raça negra, história familiar, predisposição genética e espessura córnea mais fina”, reforça.

O doutor, Gilberto Zulato Chaves Figueiredo, explicou sobre o Linfoma Malt de Conjuntiva. “É um linfoma extranodal composto de pequenas células B morfologicamente heterogêneas, incluindo células da zona marginal, células que se assemelham a monocitóides, pequenos linfócitos e imunoblastos dispersos e células semelhantes à centroblastos”, diz.

O médico e professor da Universidade Federal de Minas Gerais, Christiano Fausto Barsante, apontou as evoluções da Oftalmologia. “Os avanços tecnológicos contribuem muito na excelência do diagnóstico e tratamento das doenças oculares. Para exemplificar alguns desses avanços, podemos citar a melhoria dos equipamentos na precisão do cálculo das lentes intraoculares. O avanço do conhecimento sobre glaucoma em conjunto com a descoberta de novos medicamentos, com o aperfeiçoamento das diversas técnicas cirúrgicas, assim como o desenvolvimento de mais e melhores implantes certamente promovem um melhor controle da doença”, finaliza.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *