Na última sexta-feira, 30 de novembro, foram realizadas várias discussões na I Jornada de Medicina através de temas como: “Passado, Presente e Futuro na Cirurgia Robótica” e “Estruturas Uterinas”.

As cirurgias robóticas já são uma realidade no Brasil. Mais ágil e segura do que os métodos tradicionais, a tecnologia vem auxiliando médicos na busca por resultados cada vez melhores em cirurgias que antes ofereciam riscos aos pacientes.

O palestrante convidado, Doutor Agnaldo Lopes da Silva Filho, ressalta a importância deste avanço tecnológico. “A robótica é a evidência do futuro da medicina. O robô é uma evolução e uma revolução no treinamento do cirurgião. É o maior respeito que o paciente pode receber”, pondera.

Segundo Agnaldo: “a cirurgia robótica abriu caminho para procedimentos de altíssima complexidade, antes impossíveis de serem realizados”, diz.

Outro tema discutido no encontro foram as Estruturas Uterinas, o útero é um órgão do sistema reprodutor feminino, responsável pela menstruação, gravidez e parto.

O médico obstetra, Álvaro Luís Lopes Alves, explicou a função do útero. “O útero tem como função abrigar o feto desde a fixação no endométrio até o nascimento do bebê. Para isso, o útero sofre diversas modificações durante o período da gravidez. É considerado um órgão musculoso, oco e em formato de pêra invertida”, destaca.

Para a acadêmica do 5° período de Medicina Funorte, Tatiele Alessandra D´angelis, “a jornada está sendo uma grande oportunidade de integrar todas as áreas da medicina, desta forma, calouros e veteranos tem uma visão ampla do curso, possibilitando definir qual área seguir”, finaliza.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *