Dentro da semana do empreendedorismo de Montes Claros, a Funorte realizou oficina, cujo tema foi “Design Thinking”. O evento é realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE em parceria com instituições de ensino do Norte de Minas.

Design Thinking é o conjunto de métodos e processos para abordar problemas, relacionados a futuras aquisições de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções.

Marcus Caldeira faz parte da coordenação e monitoramento do evento, para ele esse é um excelente momento para fomentar o empreendedorismo do Norte de Minas. “O objetivo do evento é disseminar o empreendedorismo na nossa região e, consequentemente, gerar riqueza, desenvolvimento social e econômico, principalmente o amadurecimento dos profissionais de diversas áreas para a inovação e empreendedorismo de forma colaborativa, algo que é uma grande tendência de mercado”, ressalta Marcus Caldeira.

De acordo com Marcus Caldeira, esse evento trás algo de muito especial que é a integração das instituições de ensino da cidade, buscando o desenvolvimento econômico da nossa região. O Design Tinking é uma ferramenta poderosa para desenvolver novas idéias, formas de negócios, projetos e trabalhos, além disso, pode ser aplicada em qualquer área profissional e principalmente para a formação do  acadêmico auxiliando em uma visão empreendedora.

Na oportunidade, acadêmicos e profissionais de diversas áreas se inscreveram para participar. Durante a oficina, Herlder Lopes, facilitador especializado na área, induziu os participantes a fazer uma dinâmica com formação de grupos para trocar idéias e levantar soluções para problemáticas.

“Trata-se de uma filosofia de trabalho para soluções de problemas, desde organizacional até as outras áreas do ambiente profissional de diferentes profissões. Hoje eu apresentei uma problemática para que os participantes pudessem encontrar soluções dentro da rede de stakholders (público estratégico que pode ser uma pessoa ou grupo que tem interesse em uma empresa, negócio ou indústria), ferramenta capaz de compor ou colaborar para essas soluções buscando atender todos os envolvidos”, exemplifica o facilitador.

A cada metodologia passada durante a oficina, várias soluções foram surgindo, cada grupo de participantes teve uma percepção de solução. O Design Thinking ajuda a enxergar a interseção entre o desejável e a viabilidade das possibilidades tecnológicas.

Segundo Helder Lopes, o Design Tinking é uma Filosofia das soluções de problemas, a sua base é a empatia a simples capacidade de se colocar no lugar do outro e, a partir desse entendimento, é possível identificar a solução mais viável.  “A expectativa é criar um ambiente, fomentar uma imersão, gerar uma convergência e uma divergência sobre a temática do problema para  encontrar a solução”, ressalta.

Gabriele Santos

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *