As colaboradoras da Funorte, Mayze Vargas e Ivone Dias participaram na última sexta-feira (24), do III Encontro de Bibliotecários do Norte de Minas. O evento reuniu profissionais de várias cidades do Norte de Minas com o objetivo de comemorar o Dia do Bibliotecário e integrar os especialistas da área com a classe.

Durante o evento, os profissionais discutiram diversos assuntos relacionados a biblioteca, dentre eles a acessibilidade. A bibliotecária da Funorte, Mayze Vargas, ressalta que: “Muitos de nós, quando pensamos em acessibilidade, não temos noção do quanto é grande e vasto os serviços que temos que oferecer para promover a igualdade entre os usuários com e sem deficiência e, neste encontro, foi possível fazer uma análise construtiva do que realmente precisamos para atender esse público, pois, a deficiência vai além dos nossos olhos” diz.

Angélica Castro, que também atuou na Funorte durante três anos mostrou que sua palestra é fruto de trabalho de pesquisa do mestrado em educação que está fazendo. A pesquisa consiste em um estudo sobre o plano nacional do livro e da leitura. Para ela, o estudo é interessante e importante para o país, mas, é preciso considerar que alguns pontos precisam ser revistos, principalmente em questão da influência do mercado de livros na construção desse plano.

“Isso pode descaracterizar a função do estado e do mercado e acabar confundindo a função de ambos, enquanto o mercado quer aumentar seu público consumidor e vender seus livros, o estado tem outro interesse, que é formar leitores e cidadãos críticos que, através da leitura podem adquirir novos conhecimentos”, explica Angélica.

A realização desse evento possibilitou aos bibliotecários uma aproximação maior e visão mais detalhada sobre a classe desses profissionais no Norte de Minas. O organizador do evento, Josiel Machado, ressalta as dificuldades e o objetivo de realizar o encontro em Montes Claros. “Nossa maior dificuldade foi conseguir entrar em contato com os bibliotecários que atuavam na região, pois não havia nenhum dado ou relatório no Conselho Regional de Bibliotecários e, para mudar esse cenário, nosso objetivo é integrar e aproximar esses profissionais”, ressalta.

Eventos como este podem proporcionar aos profissionais novas informações e conhecimento sobre a área. A colaboradora da Funorte, Ivone Dias, ressalta a importância do aperfeiçoamento para quem já atua na profissão. “A atualização de conhecimentos significa uma poderosa ferramenta para o profissional que deseja manter-se ativo no mercado, com a biblioteconomia não é diferente, pois lida diretamente com o conhecimento”, finaliza.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *