Neste domingo, 23, na Praça Jatobás, aconteceu a 4ª Corrida e Caminhada do Outubro Rosa. Promovida pela Associação Presente, a corrida teve como objetivo a prevenção do câncer de mama. O evento contou com estandes de apoio aos corredores, oferecendo diversos serviços, alimentação, aula de zumba, massagem corporal e atendimento de tratamento de rosto, massagens no corpo e nas mãos, realizado pelas acadêmicas de Estética e Cosmética, da Funorte.

Oncologista e Presidente da Associação, Priscila Miranda, explica que o principal objetivo do projeto é conscientizar a sociedade. “O objetivo da corrida é conscientizar a população sobre o câncer de mama e cuidar da saúde porque uma pessoa que é saudável tem menor risco de ter um câncer. Além disso, reverter fundos para a associação, que é o que nos ajuda a promover esses eventos”, esclarece.

Psicóloga voluntária na associação, Dionete Mendes, conta que atividades físicas são importantes na prevenção. “No momento que elas recebem o diagnóstico parece que é uma sentença de morte, nós precisamos dar amor, isso é fundamental. Além disso, qualquer atividade física habitual e diária ajuda a ter uma saúde melhor, é um tipo de prevenção”, reitera.

Organizadora da corrida nestes quatro anos, Amália Drumond, conta que o evento tem uma boa recepção da população. “A cada ano temos a honra de ter esse evento bem recebido pelas pessoas. Este ano nossos números de corredores aumentaram e é muito bom saber que as pessoas participam também pela causa”, afirma.

Atleta há 10 anos, Claudete Maria, ganhou o 2º lugar feminino da corrida. Ela ressalta a importância do esporte. “Praticar corridas de rua e esporte é muito importante. Nós mulheres, que podemos ter câncer de mama, devemos nos exercitar e nos manter saudáveis. O esporte é um grande aliado na prevenção do câncer”, enfatiza.

A Funorte com o curso de Estética e Cosmética montou um estande com atendimentos de massagens corporais e de mãos, além de argiloterapia para o rosto. “Nosso objetivo é mostrar o curso e o que a estética faz para mulheres e homens. A função dos nossos serviços é relaxar o corredor”, explica a acadêmica do 5º período, Angélica Oliveira.

Camila Porto luta contra o câncer há seis meses e deixa um convite. “A corrida é um evento de grande mobilização para a prevenção e diagnóstico, devemos sempre apoiar causas como esta. Meu convite é que a mulher se toque e faça o autoexame. A vida é única e precisamos valorizá-la e lutar por ela”, aconselha e finaliza.

 

Mariana Correia

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *