Acadêmicos do curso de Direito das Faculdades Funorte participaram, na última semana, de Cinema Comentado, realizado dentro da programação da “Semana Integrada de Atividades Acadêmico-Profissionais – SIAP 2017”.

Durante o evento, os estudantes assistiram ao filme “Doze homens e uma sentença”. Um drama dirigido por Sidney Lumet, em que um jovem, acusado de ter matado o próprio pai, vai a julgamento. Segundo a coordenadora adjunta do curso de Direito, Kátia Gusmão, a proposta da atividade foi aliar as aulas à prática de um julgamento. “Esse cenário propiciou, aos alunos, uma oportunidade de vivenciarem um julgamento e, após, participarem de discussão com base nas análises dos comentaristas”, frisou a docente.

Foram convidados para debaterem sobre o filme: o Especialista em Direito Penal e Processual Penal, Warlem Freire, que é, também, professor do curso; e Elpídio Rocha Neto, professor e coordenador do curso de Jornalismo da instituição, além de palestrante e debatador do Projeto Cinema Comentado Cineclube, desde 2004.

Elpídio ressaltou a importância e poder que esta mídia tem de envolver as pessoas. “O Cinema é uma importante e interessante mídia que proporciona um alto envolvimento do espectador com a narrativa apresentada; o ritual da sala de cinema faz com que o público ‘mergulhe’ na história e fique ‘ligado’ nos personagens e seus dramas, suas aventuras”, destacou.

O comentarista explicou ainda, que o Cinema é um instrumento essencial de apresentação de ideias e concepções aos estudantes. “O filme é o ponto de partida para que o educador faça comentários, questione comportamentos e aborde perspectivas que vão enriquecer o aprendizado dos alunos. Experiências de ‘cinema comentado’ são produtivas e indicam caminhos de uma metodologia mais ativa para avançar a dinâmica da sala de aula e da aquisição do conhecimento”, frisou Elpídio.

Os acadêmicos também puderam debater sobre pontos que lhes chamaram a atenção no filme. Para a acadêmica do 4º período, Stephany Rodrigues, o uso do filme para retratar a realidade jurídica e a forma como os atos processuais são praticados é de suma importância para desenvolver debates entre os acadêmicos. “Estas abordagens fazem com que consigamos entender qual a realidade em um tribunal de júri e, assim, nos prepararmos para a vida profissional”, conclui a aluna.

Greiciely Rodrigues

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *