O professor Fábio Nascimento, por meio do Núcleo de Extensão Funorte, realiza o projeto “Práticas Aquáticas” com o objetivo de oferecer aos praticantes qualidade de vida, saúde, diversão, além de aperfeiçoar os conhecimentos dos acadêmicos que acompanham as aulas.

O docente ministra a disciplina Atividades aquáticas (natação e hidroginástica) nos cursos de Educação Física Bacharel e Licenciatura. Segundo ele, que também é egresso da Funorte, o projeto surgiu com o intuito de integrar a comunidade e a Faculdade. “Eu pensei em trazer para a Funorte, algo que integrasse a comunidade, acadêmicos e funcionários em busca de qualidade de vida e diminuição do sedentarismo e, este projeto tem gerando bons frutos, a hidroginástica atrai jovens, adultos e idosos, inclusive pessoas portadoras de deficiência visual”, destacou o professor.

Lucas Liedson da Silva é acadêmico do 5º período do curso Bacharel. Ele explica que a participação contribui para sua formação profissional. “Acompanhar as aulas é essencial para nós, futuros educadores físicos, pois proporciona uma aprendizagem maior a respeito da prática e, isto, nos ajuda a desenvolver uma aula que vai ajudar as pessoas em geral”, frisou.

A prática das atividades, além de melhorar o desempenho físico, proporciona a socialização entre os praticantes. Plínia Boaventura Siqueira participa da hidroginástica e fala como se sente depois que começou as aulas. “Eu não posso fazer outra atividade porque tenho hérnia de disco cervical. Então, a hidro me faz sentir muito bem, pois alivia as dores e me dar disposição, sem contar o bom humor com toda a diversão das aulas”, ressaltou.

Já Luciana Aparecida Rodrigues Fiel, que tem problemas na coluna e está acima do peso, as atividades auxiliam em melhorar a forma física. “Eu gosto muito de praticar, pois é uma atividade de baixo impacto e é ideal para quem quer perder peso e não pode se esforçar muito”, concluiu a aluna do projeto.

Interessados em participar devem procurar o Núcleo de Extensão, no Campus JK. O projeto é totalmente gratuito e aberto à comunidade em geral.

Greiciely Rodrigues

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *