No dia 01 de novembro, o curso de Direito das Faculdades Funorte promoveu o encerramento do I Congresso Norte Mineiro de Segurança Pública, evento que teve como foco a discussão de problemas de segurança pública enfrentados pelo país. Na última noite de evento, além de palestras com profissionais de renome nacional, estudantes e docentes da instituição foram homenageados pela direção e coordenação do curso. Cada turma teve um representante na mesa de honra e foi realizado um momento de agradecimento pela participação e colaboração de todos para o sucesso do congresso.

A diretora da Funorte São Norberto, Sueli Nobre, falou sobre seu sentimento de dever cumprido ao fim do evento. “Estamos no último dia de congresso e com uma sensação muito agradável de ter cumprido nossa missão e atingido nossos objetivos. É possível ver no olhar dos acadêmicos, que estão felizes, satisfeitos e valorizados pelo evento que oferecemos a eles. Mais uma vez, reafirmo o papel da academia, como espaço de construção de uma consciência crítica e com a missão de ajudar o estudante a entender que ele também é responsável pela sociedade em que vivemos”, destacou a gestora.

Wyara Monteiro esteve entre os docentes homenageados no fim do congresso. Ela ressalta que, “o I Congresso de Segurança Pública foi de enorme importância para a região e acadêmicos e veio para contribuir para nos inteirarmos das necessidades da sociedade em relação à segurança pública. Foi um evento que aconteceu de forma magnífica, em que os coordenadores do curso de Direito das Faculdades Funorte propôs uma programação atualizada sobre diversos temas que acrescentaram conhecimento tanto para o corpo docente quanto para o discente”, frisou a professora.

Na noite de encerramento, os presentes puderam prestigiar as palestras com temas: “Novos meios de prova no processo penal: delação premiada e suas consequências”, ministrada pelo Dr. Jeferson Botelho – Delegado de Polícia; “O papel da custódia carcerária frente à quebra do ciclo vicioso do crime: facções criminosas, tráfico de drogas e violência intramuros”, ministrada pelo Dr. Pedro de Araújo Maia – Diretor do Presídio Regional de Montes Claros – SEAP; e “Gestão e Planejamento da Segurança Pública em Minas Gerais”, ministrada pelo Professor Dr. Lauro Soares de Freitas – UFMG.

O palestrante, Dr. Jeferson Botelho, falou sobre a responsabilidade que a delação premiada assume diante do contexto de combate ao crime no Brasil. “A delação premiada é importante para o Brasil, principalmente porque é uma nova tendência probatória, que a partir de 2013 ganhou um novo contexto, principalmente no tocante ao combate ao crime organizado. Hoje, o Brasil assume o compromisso, perante a comunidade internacional, de combater a corrupção de forma incisiva e a delação premiada é um grande instrumento colocado à disposição da persecução criminal para estancar a hemorragia do crime organizado”, frisou.

Dr. Lauro Soares de Freitas destacou sobre ferramentas de Gestão e Segurança Pública. Segundo ele, “meu objetivo é mostrar como as ferramentas de Gestão podem ser utilizadas pelas Forças Policiais para reduzir os índices de criminalidade no nosso estado. São ferramentas que já estão sendo usados, então. Vou destacar sobre as práticas de gestão usadas pelos policiais de Minas Gerais nos últimos anos”, ponderou o docente.

Além dos docentes e direção, os alunos também destacaram sobre o sucesso do evento. Danilo Borges Lopes, acadêmico do 7° Período, destacou que o congresso superou suas expectativas. “É uma experiência ímpar estarmos participando e sugar tudo que nos é passado neste congresso, pois aqui, foi possível vermos na prática tudo que estudamos na teoria, em sala de aula. Com toda certeza, a Funorte conseguiu bater todas as metas e, inclusive, ultrapassar minha expectativa com um evento maravilhoso, com profissionais com qualidade incrível e palestras que nos beneficiaram com muito mais conhecimento e atualização”, concluiu.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *