Na tarde desta terça-feira, 6,na Secretária Municipal de Saúde, aconteceu uma reunião do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/GraduaSUS) juntamente com os representantes dos cursos de Enfermagem, Medicina, Odontologia e Fisioterapia da Funorte. A reunião teve como foco explicar aos alunos e preceptores como acontecerá o programa.

O PET-Saúde é um programa federal e municipal e a Funorte é a primeira instituição privada a participar do projeto. A parceria foi possível pela prática do PISEC. O programa permite ao acadêmico uma vivência multidisciplinar e deseja diminuir a distância do conhecimento com a prática SUS.

Coordenadora do curso de enfermagem Funorte, Leila Siqueira, afirma que a matriz dos cursos foi um fator facilitador para a parceria. “A nossa estrutura curricular é diferente e através dela fomos selecionados, por inserir nosso acadêmico o mais precoce possível na realidade e o PET tem proporcionado isso também, de inserir o aluno na prática”, ressalta.

Os alunos e os preceptores foram escolhidos por uma análise curricular de notas e cursos extracurriculares na área. Patrícia Ferreira é coordenadora do PET. Ela afirma ser uma parceria de sucesso. “Acreditamos que seja uma parceria de sucesso, a gestão com instituição”, reforça. Sobre o objetivo da parceria, Patrícia explica que são três focos principais. “O primeiro é aumentar o acesso do aluno e a crítica científica da sua ação prática dentro do SUS. O segundo é o cenário de atuação do SUS que facilita e beneficia a formação dos preceptores. E o terceiro é o ganho para o usuário do SUS que recebe o produto final”, explica e finaliza.

O PET inicia no começo de 2017 e finaliza em maio.

Mariana Correia

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *