Foi realizado, no dia 10 de março, evento organizado pela Delegacia Especializada de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar (DEAM), em parceria com o Núcleo de Práticas Jurídicas da Funorte (NPJF). O objetivo foi comemorar o Dia Internacional da Mulher.

A atividade contou com a presença de professores e acadêmicos dos cursos de Serviço Social, Direito e Estética e Cosmética Funorte, que conduziram a programação. A docente, Alessandra Ribeiro, que faz parte do Programa de Integração Serviço Escola e Comunidade – PISEC, falou da importância de ações como esta. “É a primeira vez que viemos a uma delegacia para fazer esta ação. É uma oportunidade muito bacana, pois é sempre bom atender públicos de diversas áreas e poder interagir e desenvolver nosso trabalho, além de adquirir crescimento”, citou.

A assistente social da DEAM, Adelaide Teixeira, ressaltou a importância da parceria com a Funorte. “Nesta data não poderíamos deixar passar em branco. Achamos interessante proporcionar esse evento voltado para a autoestima, conforto, beleza e palestras”, frisou.

A programação ofereceu atendimentos às vítimas de violência doméstica, que puderam utilizar os serviços do SPA das mãos e Argiloterapia, além de participarem de dinâmicas, lanche coletivo e receber instruções sobre causas jurídicas.

Rejane Cardoso Lopes, representante do NPJF, falou do serviço de consultoria oferecido pelos acadêmicos de Direito da faculdade. “Nós damos suporte caso a mulher queira entrar com alguma ação, além de tirarmos dúvidas sobre pensão alimentícia, partilha de bens, regulamentação de visitas, quando os homens usam dessa situação para importunar as mulheres”, abordou a professora.

Estas ações são importantes, também, para os acadêmicos que tem a oportunidade de conhecer ambientes em que poderão ter contato na carreira profissional. Carla de Almeida Maliverni é acadêmica de serviço social. Segundo ela “as ações proporcionam conhecimento, aprendizagem e mais experiência, tanto para a vida profissional quanto para a pessoal”, finaliza.

 

Greiciely Rodrigues

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *