Juliana Gonçalves Fiúza Nascimento, 35 anos, natural de Montes Claros, graduou-se em Engenharia de Alimentos Funorte em 2017.

A egressa relata que escolheu a Funorte, pois “a instituição proporciona um conhecimento amplo aos seus alunos, formando profissionais capazes de atuar em diversas áreas do mercado de trabalho” diz.

Para Juliana, a qualidade do ensino superou suas expectativas. Ela ressalta que: “os professores são qualificados, formando alunos, não só com uma visão empreendedora, mas conscientes de que podem transformar a realidade da sociedade em que vivem”, salienta.

O mercado para a Engenharia de Alimentos está em pleno desenvolvimento, o profissional pode atuar nas áreas de produção e processo, garantia de qualidade, pesquisa e desenvolvimento, projetos e na fiscalização de alimentos e bebidas.

Segundo Juliana, “os maiores desafios da carreira é convencer os colaboradores da importância da higienização correta dos utensílios e equipamentos, higiene pessoal, o quanto é necessário seguir o que a legislação preconiza para que, ao final do processo, o produto esteja seguro e com qualidade”, enfatiza.

A egressa faz planos para o futuro profissional, pois acredita que o aprendizado é constante e o mercado de trabalho é exigente. “Gosto de atuar em indústrias no processo e na qualidade do produto, pretendo especializar em segurança do trabalho, com isso, além de garantir a qualidade do alimento é possível preservar a integridade física do colaborador e atender normas específicas”, conclui.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *