Acadêmicos do 8º período do curso de Farmácia participaram, no dia 18 de junho, de Seminário Multidisciplinar. O evento, que aconteceu na Funorte campus JK, contou com a presença da coordenação e docentes do curso.

Para a coordenadora do curso, Cléia Almeida Prado, o trabalho é importante, pois incentiva os alunos a serem profissionais empreendedores. “Uma das grandes oportunidades para o profissional farmacêutico é a possibilidade de ter seu próprio negócio e tornar-se um empresário de sucesso. Assim, entendemos que o curso irá determinar este desejo no acadêmico de empreender e, por isso, investimos em várias atividades que permitam que o ele potencialize sua capacidade de ter sua própria empresa. Então, o seminário multidisciplinar, através do conhecimento de disciplinas distintas, desperta o desejo de criar uma empresa, desenvolver um produto, determinar potencialidades para que este produto seja aceito no mercado e definir o seu marketing. Além disso, nesta atividade o acadêmico percebe que o produto tem que ser viável e que tenha consumidores. Claro que tudo isso aliado à saúde dos consumidores, pois o farmacêutico é um profissional da saúde e toda a sua atuação está atrelada a qualidade de vida da população”, destacou a coordenadora.

O seminário foi idealizado pelas professoras Lilianny Mendes Soares Araújo, que ministra a disciplina Cosmetologia; e Janine Kátia dos Santos Alves, que ministra a disciplina Tecnologia farmacêutica com produção industrial.

Segundo Lilianny, a proposta foi fazer com que os alunos integrassem o conhecimento das duas disciplinas para criar um produto. “Resolvemos integrar este trabalho, das disciplinas de Cosmetologia e Tecnologia farmacêutica, com o objetivo de fazer com que os alunos juntassem o mecanismo da produção do cosmético, na parte industrial, e a produção do medicamento ou cosmético manipulado em farmácia. Eles formularam os ingredientes, ativos, coadjuvantes técnicos e veículos que são as melhores bases para cada tipo de cosmético e conseguiram integrar o conhecimento das duas disciplinas na criação de um produto”, frisou a docente.

Janine explicou os critérios da atividade. “Neste trabalho, os alunos desenvolveram abertura de empresa, produção de rótulo, jingle, propaganda e, o mais importante, que foi o produto em que todas as fórmulas foram manipuladas em farmácia. Apesar de manipulados, os cosméticos são produções industriais e o interessante foi que conseguiram colocar em prática tudo que viram na teoria e em pesquisas literárias. Conhecer as fórmulas e os ativos que estavam trabalhando, enriqueceu muito o conhecimento deles”, destacou.

Jessica Kelly Santana Silva é acadêmica da turma e sua equipe desenvolveu um bloqueador tonalizante FPS 45, anti-acne e anti-oleosidade. Segundo ela, “este seminário é de grande importância para a formação acadêmica, porque, além de aprendermos a trabalhar em grupo, descobrimos também nossa capacidade de elaborar, discutir e montar um projeto com intuito de obter e transferir conhecimento. Isto contribui de forma significativa para minha formação profissional, porque há o desafio de elaborar um produto inovador, o que faz todo diferencial no mercado de trabalho”, concluiu a estudante.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *