Na última quarta-feira (30), estudantes do ensino médio da Escola Estadual Professor Antônio Canela fizeram visita técnica ao Laboratório de Maquetaria da Funorte campus JK.

A visita faz parte do projeto “Biotemas na Educação Básica”, que através de minicurso, proposto pelo professor Ronilson Freitas e pela coordenadora e professora do curso de Arquitetura e Urbanismo, Anny Sá, incentiva estudantes do ensino médio a desenvolverem atividades práticas.

A realização do projeto conta com parceria entre a Funorte, Unimontes e escolas da educação básica. Segundo o docente Ronilson: “por meio deste projeto, nossos acadêmicos podem colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula e apresentar um pouco de suas áreas de atuação profissional no mercado de trabalho, além de contribuir com a escolha dos alunos das escolas básicas”, frisou o professor.

Durante a realização das atividades, os alunos foram orientados pelas acadêmicas do 2º e 3º períodos do curso de Arquitetura e Urbanismo a desenvolverem um trabalho arquitetônico utilizando o material floral. Tátila Alves Nascimento, acadêmica do 3º período, ressaltou que a proposta foi mostrar para eles um pouco do que aprenderam com a disciplina Plástica e Modelação. “A nossa proposta foi vista em uma disciplina na qual trabalhamos com floral, que é um material muito fácil de trabalhar e modelar, além disso, eles utilizaram dois conceitos que é o movimento e equilíbrio. E dentro destes conceitos apresentamos 3 arquitetos que foram: Oscar Niemayer, Yutak e Zaha Hadid e suas obras arquitetônicas que incluíssem equilíbrio e movimento da arquitetura orgânica moderna e os alunos ficaram livres para desenvolver um elemento nestes conceitos”, destacou a acadêmica.

Segundo a estudante do 3º ano do ensino médio, Ana Maria Soares Silva, a integração contribui para que os alunos tenham uma noção do que irão aprender quando ingressarem no ensino superior. “Eu achei importante esta parceria da escola com a faculdade porque quem está principalmente no terceiro ano, já tem noção do que quer fazer. Assim, já conhecemos um pouco da rotina dentro da faculdade”, concluiu.

Greiciely Rodrigues

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *