No dia 13 de novembro, estudantes e docentes das Engenharias Integradas Funorte participaram de minicurso e palestra com tema “A tecnologia dos RPAS / Drones Aplicados a Engenharia”, ministrados pelo Especialista, Luiz Eduardo Paes Leme.

Conhecido nacionalmente, Luiz Eduardo é Presidente da Associação Brasileira de Veículos Aéreos não Tripulados – ABRAVANT, Diretor da NTPRO – Núcleo de Tecnologia Profissional -instituição de ensino para capacitação tecnológica. Formado em Ciências da Computação, instrutor em conjunto com sua equipe para os Cursos de operação e montagem de drones, projetos especiais para o uso no setor de engenharia, segurança pública, privada e televisão. Realizou cursos de instrução em conjunto com o sistema Progredir CREA-RJ, onde formou vários profissionais, técnicos e engenheiros.

Além disso, foi instrutor das turmas de cinegrafistas da Rede Globo de Televisão, para a rede pública de segurança, Polícia Militar, Policiais civis da DRFA, CORE e Inteligência, diversos militares do Exército, Marinha e Aeronáutica. Especialista em Redes e Servidores Linux, foi professor de diversas instituições de ensino do Rio de Janeiro e é palestrante do CREA-RJ, onde ministrou workshops para todo o Estado do Rio de Janeiro pelo Gabinete Itinerante do Pres. Reynaldo Barros.

Em palestra, que aconteceu no período da noite no auditório da Sociedade Rural de Montes Claros, Eduardo Paes Leme deu uma aula sobre o mercado e a parte técnica que envolve os drones. Segundo ele, “esta técnica é importante, pois é um complemento profissional, é uma câmera que voa e, a partir daí, todo profissional que precisa de uma imagem para tomar uma decisão, o drone já vem ao seu encontro trazendo uma imagem em altíssima resolução e em tempo real á grandes distâncias”, explicou o palestrante.

Segundo a coordenadora, Maria Aparecida Patto, “essa palestra é um complemento do que aprendemos durante todo o dia, em que o Luiz realizou treinamentos para que nossos alunos tivessem uma noção de como manusear o drone. Então, serão abordados sobre mercado de trabalho, legislação brasileira, tudo relacionado ao drone usado na construção civil. É um momento importante, pois abre um leque de possibilidades para o futuro profissional de Engenharia Civil”, ressaltou a coordenadora.

Larissa Hiramatsu Gomes, acadêmica do 9º período do curso, falou a respeito da importância do tema. “A tecnologia está muito presente na Engenharia Civil, então, se você entende e domina uma tecnologia, terá um grande diferencial, pois, o mercado pede que você tenha competências diversas”, finalizou.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *