A construção civil é um dos setores que necessitam constantemente de profissionais atualizados e capacitados para trabalhar no desenvolvimento de obras, projetos, entre outros. Por ser o maior complexo de ensino superior privado do Norte de Minas, a Funorte é habilitada para garantir a melhor formação de profissionais, inclusive o engenheiro.

Clédson Teixeira Viana, 34 anos, é egresso e docente do curso de Engenharia Civil Funorte. Segundo ele, a escolha pela instituição é o fato dela ser referência neste ramo. “Na nossa região, a Funorte é referência no âmbito da Engenharia Civil, além disso, o curso tem grande reconhecimento pelo MEC, por isso optei por estudar aqui”, frisou o egresso.

Natural de Salinas, Clédson concluiu a graduação em 2016, além de possuir especialização em Recursos Hídricos e Ambientais pela UFMG. Diante da sua formação, ele avalia bem a qualidade de ensino da instituição. “A Funorte possui excelência em seu ensino, pois busca estimular o acadêmico a ter um perfil empreendedor”, destacou.

O docente cita, ainda, que o grande desafio da profissão é enfrentar a inexperiência, mas que a Funorte influenciou muito seu sucesso profissional. “A instituição despertou em mim um olhar mais crítico e exato para a solução dos problemas que aparece no dia a dia e, isso, foi fundamental para minha evolução”, frisou.

Diante da crise política e econômica no país, Clédson analisa o mercado de trabalho. “Atualmente, com o quadro de crise que se encontra o Brasil, acabou refletindo diretamente no número de contratações de engenheiro, no entanto o profissional necessita a cada dia mais se capacitar e se preparar para as intempéries do mercado de trabalho”.

Atuando somente como docente, o engenheiro revela que pretende se capacitar cada vez mais. “Futuramente pretendo fazer um mestrado na área de materiais de construção e montar empresa de prestação de serviços (projetos estruturais e execução)”, concluiu Clédson.

Greiciely Rodrigues

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *