O professor e engenheiro civil, Inácio Santiago de Oliveira Queiroz, apresentou trabalho no XIX Congresso dos Estudantes de Ciência e Engenharia de Materiais do Mercosul (CECEMM). A obra, titulada “Avaliação do efeito da adição de subproduto de uma indústria siderúrgica ao concreto”, é fruto da produção final da pós-graduação em Estruturas na Construção Civil, cursado nas Faculdades Integradas do Norte de Minas- Funorte.
Além de Inácio, premiado no Congresso em 1º lugar na categoria Oral pela apresentação, o trabalho conta com a autoria de Nelton Figueiredo Ruas Filho, Dr. Leonardo Augusto Couto Finelli e Dr. Péter Ludvig.
O docente explica porque escolheu trabalhar com este tema. “Esta abordagem ocorreu de uma maneira muito objetiva, pois estava a procura de materiais disponíveis na região do Norte de Minas para utilizar no concreto como adição mineral, pois, depois da água, é o material mais utilizado pelo ser humano. Esta região, conta com 3 das 5 usinas brasileiras de silício metálico, donde obtenho o material para a adição no concreto. Este material é de grande importância para a sustentabilidade na produção de concretos”, destacou o profissional.
Além da divulgação no site do evento, o trabalho foi aceito para publicação na revista The Journal of Engineering and Exact Sciences – JCEC. Segundo Inácio, esta conquista contribui para seu reconhecimento profissional. “Esta revista, apesar de ser nacional, tem distribuição on line pela Universidade de Viçosa, podendo ser consultada através de qualquer local do mundo e está disponível no periódicos da CAPES. O artigo possuir indexação é de grande valia para nós pesquisadores, pois podem ser citados e surgir uma boa impressão acadêmica”, ponderou o engenheiro.
Ele citou, ainda, a motivação que a publicação proporcionou à sua profissão. “Para mim, a premiação em dinheiro contribuiu, mas o mais interessante foi o incentivo e a motivação que me proporcionaram. Atualmente sou orientador de trabalhos científicos na faculdade onde leciono e utilizo como exemplo para meus alunos, além de demonstrar que somos capazes utilizando as ferramentas que estão disponíveis em nossa região”, finalizou Inácio, que frisou seus agradecimentos aos demais autores do artigo e aos técnicos dos laboratórios da Funorte e CEFET-MG.
O trabalho pode ser consultado através do site do CEFET-MG, pelo endereço: http://www.cefetmg.br/noticias/arquivos/2017/07/noticia055.html.
Greiciely Rodrigues

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *