Fazer um curso superior possui uma série de vantagens, dentre elas a possibilidade de fazer um concurso publico, que dá aos aprovados a tão sonhada independência financeira. Este é o caso de da egressa de Farmácia, Jacsonia Clara Lopes. Ela conseguiu a aprovação na cidade de Santo Antonio do Retiro (MG). Para ela, o processo de preparação até a prova exigiu muito esforço. “Utilizei os conteúdos dispostos no edital, estudando-os e, também, provas de concursos anteriores e a partir delas observava os conteúdos que tinha maior dificuldade para direcionar o estudo e conseguir fazê-lo de forma mais dinâmica”, disse.

Jacsonia ainda argumenta que a graduação teve muita importância para que seus objetivos fossem alcançados. “A Funorte proporciona ao graduando do curso de Farmácia muitos estágios que contribuem significativamente para formação profissional, dando uma contextualização no que diz respeito ao mercado de trabalho e ações profissionais além de proporcionar conhecimentos técnicos e oferecer professores competentes e capacitados que foram fundamentais para construção de tais conhecimentos”, pondera.

Ludimilia Fernandes também foi aprovada em Mato Verde (MG) e já começa em fevereiro deste ano, a mesma explica que escolheu a Funorte pela qualidade do ensino. “A graduação foi de suma importância, me capacitou para ser uma profissional competente no mercado de trabalho e ainda me ajudou nesta aprovação”, concluiu.

Gabriel Mota

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *