Para quem busca um estilo de vida saudável, o acompanhamento nutricional é um dos principais passos para alcançar o objetivo. A profissão, que se dedica a trabalhar com alimentação consciente, se valoriza cada vez mais e traz oportunidades para quem deseja seguir a carreira.

Graduada em Nutrição pelas Faculdades Integradas do Norte de Minas- Funorte, em 2009, Tamirys Caroline Silva Souza, 29 anos, fala de sua trajetória na profissão. “Na época em que me formei, atuei na saúde pública, porém, a profissão era pouco valorizada, então parei por 4 anos para morar fora e estudar. Quando retornei, a atividade tinha se valorizado e tive oportunidade de trabalhar no time de vôlei, recebi, ainda, proposta de academias e clínicas. Assim, voltei a atuar na área e a gostar cada vez mais da profissão”, frisou a profissional.

Tamirys, que se especializou em Docência em Ensino Superior e Nutrição Desportiva, explica quais são os maiores desafios da profissão. “Competir com profissionais de outras áreas e leigos que tentam adentrar no nosso espaço é, sem dúvida, o maior desafio. Mesmo tendo uma melhora e valorização da profissão, ainda encontramos falta de conhecimento da população, em geral, quanto a extrema importância do cuidado com a alimentação com o profissional adequado”, destaca.

Apesar do amor que tem pela profissão, a Nutrição não foi a primeira escolha da egressa. Ela fala de como começou a cursar a graduação. “Tentei vestibular em várias faculdades na época, mas a Funorte era a melhor conceituada. Na verdade passei em Enfermagem com bolsa Ação Soebras e Medicina, porém, eu era muito nova e não quis fazer nenhuma delas. Então, por dica do meu irmão, resolvi mudar para nutrição que tinha a grade curricular parecida, até resolver o que eu queria, mas acabei gostando e continuei até me formar”.

Ela avalia, ainda, a qualidade do ensino da Funorte. “Ótimo. Na época em que cursei nutrição, a instituição tinha professores mestres, doutores e especialistas, além de uma excelente estrutura física”, ressaltou a egressa.

Além da qualidade do ensino, outro ponto que marcou a vida da profissional na instituição foram as amizades criadas durante o período da graduação. “Os colegas foram um ponto chave para gostar do curso. Tenho vínculos de amizade e contato com a maioria até hoje. Os professores, hoje colegas de profissão, foram alicerces para formação do conhecimento. Muitos são queridos, e na vida profissional sempre encontro algum”, cita.

Atualmente, Tamirys atua como nutricionista esportiva e clínica, no Hospital das Clínicas e em seu consultório particular, onde realiza avaliação clínica e antropométrica (bioimpedância) com o objetivo de avaliar um plano alimentar personalizado de acordo com as necessidades de cada paciente.

Ela fala de como está o mercado de trabalho hoje. “Creio que é uma das profissões que mais crescem no mercado, e de extrema importância, porque trabalhamos com qualidade de vida, com prevenção e tratamento, buscando o bem estar da população em geral, seja ele relacionado a estética (imagem corporal) ou a dietoterápias. Porém, é necessário se especializar em uma área, pois a profissão é bem abrangente”, destacou a profissional.

Para a especialista, o perfil de um estudante é: “ser estudioso, praticar o que aprendeu e sempre buscar se atualizar e estar por dentro das novidades da área, que é cheia de clichês e modismos, onde devemos estar munidos de conhecimento para debater”.

Segundo Tamirys, os maiores problemas relacionados à alimentação são causados pelo alto consumo de alimentos processados. Ela dá dicas de como a população pode buscar melhorar a qualidade de vida. “Sempre procurando comer o máximo possível de alimentos naturais ou minimamente processados, além de se hidratar bem”, frisou.

Otimista sobre o futuro da profissão, a nutricionista fala de seus planos.Crescer e crescer! Cada dia mais, dentro da minha área. Atuando da melhor forma possível, sempre buscando novos conhecimentos, podendo aprender e repassar sempre, sendo reconhecida como boa profissional”, concluiu a egressa Funorte.

Greiciely Rodrigues

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *