Egressa do curso de Direito Funorte, Jéssica Albuquerque, 26 anos, conta que o curso sempre foi um sonho e, desde muito nova, gostava de ir em busca de defender as suas próprias ideias e objetivos. A advogada se formou no ano de 2014 na instituição e hoje atua na área empresarial e civil, além de ser orientadora e ministra aulas presenciais de Direito Constitucional na Funorte.

Jéssica, que possui pós-graduação em Docência do Ensino Superior e está cursando outra especialização em Direito Constitucional destaca que: “um dos desafios da profissão é ser a pioneira na família a atuar no ramo. Além disso, ter que vencer todos os dias o estereótipo que é acompanhado pela idade, uma vez que ser nova às vezes é um tabu”.

A advogada conta que um dos fatores que a fez optar pela Funorte foi a proximidade entre instituição e aluno. “Eu via a preocupação com a formação de um profissional com caráter. Além disso, a instituição ainda prepara os acadêmicos para um mercado competitivo. O aluno não é visto apenas como um número dentro da rede”, explica.

A egressa tem planos ainda maiores para o futuro da carreira. Pretende ingressar no mestrado e, logo após, fazer doutorado. “Esse desejo pelo aperfeiçoamento e complementação da formação vem pelo prazer de ser uma docente. Vejo que com a realização da complementação da carreira estaria ampliando a minha capacidade de lecionar”, conclui Jéssica.

Alice Veloso

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *