Desde a autorização do curso Biomedicina, as Faculdades Integradas do Norte de Minas – Funorte habilitaram profissionais competentes para o mercado de trabalho. Jaqueline Evangelista Alves, 29 anos, é egressa do curso e fala sobre os motivos que escolheu estudar na instituição. “Optei pela Funorte pelas diversas oportunidades que oferece aos estudantes, além do compromisso com a qualidade de ensino”, destacou a biomédica.

Natural de Montezuma, interior de Minas Gerais, Jaqueline finalizou a graduação em 2012. Atualmente cursa especialização em Estética e trabalha em um laboratório de análises clínicas de seu município.

Segundo ela, o curso influenciou muito na sua carreira profissional. “Meu reconhecimento na área é devido ao empenho que tive nos meus estudos e a graduação teve um papel importante nisso”, frisou.

Referente ao mercado de trabalho, a biomédica cita as dificuldades em relação à concorrência com profissionais de outras áreas. “Algumas funções do biomédico se assemelham às do farmacêutico e, isto, torna a concorrência por vagas maior, mas devemos nos capacitar cada vez mais e buscar reconhecimento”, ressaltou.

Ter contato com profissionais experientes é uma dica da profissional para quem inicia na carreira. “É um mercado difícil para quem inicia, assim é preciso pesquisar muito e buscar orientação com que tem experiência na área”, cita Jaqueline, que busca novos planos para seu futuro. “Desejo finalizar minha pós-graduação em Estética para montar minha própria clínica e continuar a desenvolver minha profissão”, finalizou.

Greiciely Rodrigues

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *