As diretrizes, os procedimentos e o cronograma do Exame Nacional Desempenho de Estudantes (Enade) 2018 serão conhecidos na próxima semana. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prepara-se para publicar o Edital do Exame na próxima segunda-feira, 18 de junho, detalhando as diretrizes apresentadas nas portarias já publicadas. O edital trará as principais datas, as responsabilidades das Instituições de Educação Superior (IES) e dos estudantes; além dos critérios que definem quem deve ser inscrito, e as condições para obtenção de regularidade perante o Enade, indispensável para a colação de grau.

A Portaria Normativa MEC nº 501/2018, que regulamenta esta edição, foi publicada em 25 de maio, adiantando as áreas que terão os cursos avaliados, os estudantes que precisam ser inscritos e as obrigações das Instituições de Educação Superior (IES). O Inep também já publicou, em 4 de junho, as 27 portarias normativas com as diretrizes de prova, perfis, competências e conteúdos avaliados em cada uma das áreas. Todos os documentos foram publicados no Diário Oficial da União e estão disponíveis para consulta no Portal do Inep.

Estão habilitados e devem ser inscritos pelos dirigentes das IES todos os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos vinculados às áreas de avaliação do ano III do Ciclo Avaliativo do Enade. Os estudantes ingressantes serão dispensados da participação no Enade 2018. Já os estudantes concluintes, para serem considerados regulares, precisam ser inscritos, participar do Exame por meio da realização da prova e preenchimento do Questionário do Estudante. São considerados habilitados:

– Estudantes ingressantes – aqueles que tenham iniciado o respectivo curso no ano da edição do Enade, que estejam devidamente matriculados e tenham de zero a 25% da carga horária mínima do currículo do curso integralizada até o último dia do período de retificação de inscrições.

– Estudantes concluintes dos cursos de bacharelado – aqueles que tenham expectativa de conclusão de curso até julho de 2019 ou que tenham cumprido 80% ou mais da carga horária mínima do currículo do curso da IES e não tenham colado grau até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade 2018.

– Estudantes concluintes dos cursos superiores de tecnologia – aqueles que tenham expectativa de conclusão de curso até dezembro de 2018 ou que tenham integralizado 75% da carga horária mínima do currículo do curso definido pela IES e não tenham colado grau até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade 2018.

Os cursos vinculados às áreas de avaliação abaixo terão o desempenho dos seus estudantes avaliados:

Áreas relativas ao grau de bacharel

Administração;

Administração Pública;

Ciências Contábeis;

Ciências Econômicas;

Comunicação Social – Jornalismo;

Comunicação Social – Publicidade e Propaganda;

Design;

Direito;

Psicologia;

Relações Internacionais;

Secretariado Executivo;

Serviço Social;

Teologia;

Turismo.

Áreas relativas ao grau de tecnólogo

Tecnologia em Comércio Exterior;

Tecnologia em Design de Interiores;

Tecnologia em Design de Moda;

Tecnologia em Design Gráfico;

Tecnologia em Gastronomia;

Tecnologia em Gestão Comercial;

Tecnologia em Gestão da Qualidade;

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos;

Tecnologia em Gestão Financeira;

Tecnologia em Gestão Pública;

Tecnologia em Logística;

Tecnologia em Marketing;

Tecnologia em Processos Gerenciais.

Enade – O Exame Nacional Desempenho de Estudantes é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante. De acordo com a legislação, devem ser inscritos no Exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição, bem como estudantes irregulares. No histórico escolar do estudante ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

 

Fonte: Inep

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *