O uso das tecnologias mudou a forma de aprendizagem entre os jovens, mais interatividade entre aluno/escola/professor. Essa forma de aprendizagem começa com a revolução tecnológica que veio com os anos 2000, e constituiu a necessidade de alunos que buscam uma abordagem mais inovadora por parte do professor.
“Uma missão para nós educadores é acompanhar os avanços tecnológicos e investir em métodos de ensino trazendo a tecnologia para a sala de aula”, disse Silvério Torres, docente do curso de Odontologia.
“Paródia do Dentista” foi o tema das atividades do final de semestre da disciplina de Dentista Pré-clínica do 4º período de Odontologia. Os acadêmicos elaboraram paródias musicais com conteúdos voltados para a disciplina. De acordo com Silvério, a atividade é avaliada pela letra musical que deve ter caráter científico, as atividades foram destinadas aos acadêmicos do 4º período de odontologia.
Para a docente Fabiola Belkiss, essa metodologia gera resultados positivos, o uso de estratégias envolve o aluno na disciplina, além disso, as metodologias tradicionais não são mais eficazes em sala de aula. “É preciso acompanhar o ritmo dos alunos, quando desenvolvi a atividade foi pensando na interação dos acadêmicos. O avanço tecnológico fez com que essas gerações de acadêmicos sejam mais exigentes com seus docentes, a paródia musical é apenas uma das diferentes formas de incentivar esses alunos”, disse Fabíola Belkiss docente.
Durante as atividades todos acompanham a música com uma cópia repassada com cada paródia. A equipe que atuou nessas atividades é composta por docentes do curso Danilo Canguçu, Silvério Torres, Jairo Nascimento, Fabíola Belkiss coordenadora da “Paródia do Dentista”.

Gabriele Santos

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *