Você já ouviu falar acerca da Pedagogia Hospitalar? É uma área de atuação pedagógica fora dos âmbitos educacionais comuns que assegura o direito que todos possuem a educação, principalmente aqueles que, devido a uma enfermidade, precisam ficar ausentes da escola em virtude de sua hospitalização.

A docente do curso de Pedagogia Funorte, Katia Idalina Correia, explica a importância deste profissional na vida escolar da criança e adolescente. “A presença do pedagogo no hospital é essencial, uma vez que não existe fronteira para a ação educativa”, diz.

Sendo assim, segundo a docente, “o pedagogo hospitalar será o elo entre o aluno internado e a escola. O pedagogo que desenvolve seu trabalho no ambiente hospitalar tem uma importante função na sociedade/comunidade, podendo contribuir para que a melhora deste paciente seja satisfatória, pois, tem a possibilidade de aliviar a ansiedade da criança através de suas práticas pedagógicas voltada para a mesma, envolvendo a família que é muito importante neste processo de cura e recuperação”, salienta.

Porém, para realizar este trabalho, o profissional encontra alguns desafios, para Katia, “não basta apenas ter formação profissional especializada para atuar nessa área, é preciso principalmente aptidões e capacitações. Uma vez que, a educação não formal no hospital requer uma prática educativa com atividades escolares e jogos educativos que servem como ponte de interação harmoniosa entre ações educativas da escola e as ações educativas no hospital”, destaca.

Além dos contratempos inerentes a profissão, a docente revela que os hospitais, em sua maioria, não estão preparados para receber este tipo de demanda. “Em ambiente hospitalar, o aprendizado acontece em diferentes espaços, tais como ambulatórios, enfermarias, classes hospitalares e brinquedotecas e infelizmente pouquíssimos hospitais tem estrutura física e humana para esse trabalho”, finaliza.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *