Existem cerca de 2500 causas que podem levar a determinadas afecções e desencadear a perda de fios. Para cada uma delas existe um tratamento específico. O tratamento capilar em clínicas de estética é feito para recuperar os fios e a saúde do couro cabeludo. E os recursos e técnicas geralmente utilizadas são: laser, fotobiomodulação, dermaroller, infusão transdérmica, desobstrução folicular, que trazem excelentes resultados para os mais variados problemas capilares.

A docente do curso de Estética e Cosmética, Carla Patrícia explica sobre os cuidados.

 “Cuidar da saúde associada ao bem estar é uma forma de trazer mais beleza e alto estima ao indivíduo, a Tricologia é um estudo aprofundado para que os alunos tenham conhecimento sobre todas as afecções existentes”, afirma a especialista que completa: “O profissional estuda para buscar os melhores tratamentos para indicar aos pacientes e, principalmente, para que esse profissional possa identificar  essas infecções e sugerir um tratamento ou encaminhar para outros especialistas”.

Segundo a docente, as afecções do couro cabeludo podem ser tratadas por um terapeuta capilar que é um ramo dentro da estética. Para ela, descobrir os cuidados exatos que seu cabelo necessita é essencial para mantê-lo bonito e saudável e, para isso, o ideal é realizar uma avaliação profunda com um especialista. Para exemplificar isso para os alunos ela convidou uma profissional para explicar e fazer demonstrações sobre o assunto. “O profissional responsável por analisar a região é o terapeuta capilar, especializado em histologia dos pêlos e Tricologia, o que garante um conhecimento profundo dos cabelos e seu ciclo biológico”, ressalta Carla.

A especialista Alexandra Josina de Mendes formada em Visagismo e Terapia Capilar, com pós-graduação na Universidade Anhembi Morumbi, mostrou aos alunos o que tem de novo nessa área de tratamentos capilares, que é mais voltada para o couro cabeludo e como consequência, trata dos fios.

Alexandra explica da importância da tricologia para o curso.

“O estudo traz conhecimento acerca das patologias do couro cabeludo, ajuda a identificar doenças que, se tratadas a tempo, não gera grandes transtornos futuros. É importante ressaltar que deve tratar o couro cabeludo, pois em muitos casos, os danos só são descobertos em estágio já avançado”, ressalta a especialista.

Segundo Alexandra, o profissional de estética é mais próximo do cliente e tendo conhecimento na área poderá orientar e encaminhar para o profissional seja ele dermatologista, psicólogo, nutricionista ou até endocrinologista.

Gabriele Santos

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *