“É impossível não se apaixonar”, assim começa o artigo da professora Alba Valéria, cujo título é: “O Fantástico e as Iluminogravuras de Ariano Suassuna Uma Leitura d’O CAMPO – Tema do Barroco Brasileiro’’, que tem como objetivo apresentar uma breve análise de um dos vinte trabalhos do romancista, que une o texto literário e a imagem. Para ela: “nossa intenção foi mostrar como poema e pintura se completam nessa arte e apresentar alguns elementos recorrentes em Suassuna e seus possíveis significados, destacando a presença do fantástico especialmente presente na figura da onça amarela’’, afirmou.

O trabalho será apresentado no III Congresso de Narrativa Fantástica em Lima, no Peru, que reunirá diversos professores e pesquisadores de diversos lugares do mundo. O evento tem como tema: “Fronteiras do terror, o monstruoso e o gótico nas narrativas fantásticas e na ciência ficcional latina americana’’. Mesmo tendo percorrido vários estados do país, esta é a primeira vez que a docente vai se apresentar no exterior. “O principal ganho é a troca de experiência entre os participantes”, diz ela.

Alba conheceu as iluminogravuras de Suassuna quando estava cursando seu doutorado. Segundo ela: “a partir dessa experiência me despertou a curiosidade se haveria, dentro dessas imagens, algo que poderia ser utilizado, analisado e levado para este evento’’, concluiu. O congresso ocorre nos dias 26, 27 e 29 de outubro.

Gabriel Mota

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *