O curso de Serviço Social realizou seminário de estágio na mostra de trabalhos acadêmicos promovida pela Funorte. O evento aconteceu na quinta-feira, 22, no campus São Luís, com objetivo de integrar a comunidade acadêmica. Na mostra, os estudantes puderam divulgar as atividades realizadas durante os estágios supervisionados com foco na Economia Solidária, uma das áreas de atuação do assistente social.

A diretora administrativa da Funorte Campus São Luís, Ivanilde Queiroz, explica que esse seminário reflete o caminho do estágio dos alunos. “São trabalhos dos acadêmicos que tiveram a oportunidade de atuar no Hospital das Clínicas, Associação Presente, Núcleo de Práticas Jurídicas e outros. Isso agrega a formação do acadêmico, aproximação do aluno com a área de trabalho e das pessoas que são beneficiadas. Fatores importantes que contribui para a profissionalização do assistente social”, diz.

A coordenadora do curso de Serviço Social Funorte, Simone Torres esteve à frente do projeto e esclarece a importância do seminário. “Esse ano trouxemos os grupos de economia solidária, que são parceiros no processo de estágio, através da assessoria e consultoria, onde temos essa aproximação. O seminário tem grande relevância no ponto de vista de ensino e na contribuição social, pois abrimos espaço para os grupos da economia solidária mostrar seus trabalhos”, declara.

A economia solidária é o campo que contribui na geração de trabalho e inclusão social. São alternativas de atividades econômicas centradas na valorização do ser humano e não do capital. Essa área é caracterizada pela igualdade e organização sob forma de autogestão, no comércio justo e consumo solidário.

Um dos grupos participantes do seminário foi a Associação Solidária Vencer Juntos com Cristo (ASVJC). O diretor da associação, Edvaldo Colares, explica que “a associação coordena esses grupos formados por cerca de três famílias que trabalham com artesanatos. É um trabalho voluntário em que recebemos o reconhecimento por expor nossos trabalhos”.

A assistente social e supervisora de campo de estágio, Adelaide Teixeira, ressalta a importância do evento. “Essa mostra de estágio é um marco para nós, assistentes sociais, em está contribuindo para concretização desse campo de estágio”, diz.

A acadêmica do 6º período do curso, Julie Mirelle, diz que durante seis meses tiveram que agregar valor as atividades do trabalho realizado no campo. “Por ser a primeira vez que fazemos a mostra achei muito interessante. Nosso campo de estágio é o Núcleo de Práticas Jurídicas. Aqui estamos divulgando um pouco do nosso trabalho em que nossas referências são as atividades que oferecemos”, finaliza.

Marcus Braz

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *