O curso de Psicologia das Faculdades Integradas do Norte de Minas- Funorte promoveu, nesta quarta-feira, 12 de dezembro, o XXI Seminário Interdisciplinar de Estágios em Psicologia. Na oportunidade, os acadêmicos do curso dissertaram sobre aspectos percebidos no ambiente clínico, escolar e corporativo.

A coordenadora do curso de Psicologia Funorte, Leila Silveira, diz que: “O objetivo deste trabalho é entender a importância dos estágios curriculares na graduação em Psicologia e analisar suas funções específicas”, diz.

O acadêmico do 5° período, Lucas Bertolino Colares, revela que através desta atividade interdisciplinar pode compreender aspectos psicológicos. “Meu grupo fez o estágio em uma escola pública, abordamos diversos temas, como: família, redes sociais, religião, namoro. Esses temas são muito pertinentes para jovens adolescentes que estão na numa fase de descobrimento e aceitação”, enfatiza.

O desenvolvimento das competências exigidas do profissional de Psicologia requer uma formação baseada na diversificação de métodos e de estratégias na criação de situações de aprendizagem que levem o aluno a demonstrar as competências norteadoras do currículo como soluções de problemas e geração de conhecimentos.

Para a acadêmica do 5° período, Flaviana Alves Vieira, “foi estimulante! Abordamos o adolescente no âmbito escolar, o tema ‘família’ foi o mais desafiador, onde tivemos que mudar nossas estratégias de abordagem, esta temática mexe com todos. Podemos concluir que a família é a base mais sólida para formação do ser humano”, destaca.

O evento contou também com a participação de egressos que contribuiu para narrar experiências vividas durante a graduação e, agora, no mercado de trabalho.

A egressa, Valéria dos Santos Caribé, diz que: “o curso de Psicologia me permitiu adquirir conhecimentos para minha vocação profissional com as competências necessária na realização de um trabalho contínuo. Por isso, acredito ser de suma importância este seminário, pois ele contribui de forma significativa para a construção do profissional”, finaliza.

Cassiano Veloso

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *