Aliar teoria e prática é um dos pontos mais importantes para acadêmicos de Medicina, pois, os cuidados com a saúde do paciente e do próprio médico, no que diz respeito a utilização dos materiais é extremamente relevante nos dias de hoje. Tendo como objetivo aprimorar as técnicas em diversas situações, o professor do curso de Medicina da Funorte Tadeu Nunes produziu atividade prática com os estudantes utilizando um manequim. Segundo ele, devido a tecnologia que o campus disponibiliza, o boneco se aproxima muito do corpo humano. “Hoje nós fizemos um trabalho voltado para o cateterismo vesical. As práticas são realizadas dessa forma, sendo possível fazer uma simulação muito próxima da realidade, sem os riscos da realização em campo. Além disso, o aluno pode observar os procedimentos corretos utilizando materiais de alto nível”, ponderou.

Ainda segundo o docente, estas atividades são essenciais na formação de um bom médico. “As práticas em laboratório complementam as teorias em sala de aula e favorecem a discussão de uma forma mais aprofundada. Dentro de um curso de saúde é fundamental. Faz com que o aluno desenvolva a habilidade necessária. Inclusive esta disciplina dá ênfase a esta área”, afirmou.

O acadêmico Renato Santos alega que desta forma, a junção entre teoria e prática alcança as metas pretendidas pelo curso. “Aprendemos procedimentos que são a base do nosso ramo. Entre eles, fazer uma higienização correta das mãos, maneira correta de colocar uma luva, como limpar corretamente uma ferida, entre outros. Além do professor orientar como se fosse um caso real, mesmo sendo em um boneco”, concluiu.

Gabriel Mota

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *