O Centro de Pesquisa (CP) das Faculdades Funorte realizou, no dia 31 de outubro, entrega de certificados dos selecionados ao Prêmio Destaque Jonafes 2018 – “Ciências Exatas, Humanas, Sociais, Biológicas e da Saúde”.

 Dentre os trabalhos premiados, estiveram: “Lesão precursora do câncer do cole de útero: um relato de experiência”, apresentado por Tallisson Matheus Oliveira Sales; “Mindfulness: uma autorregulação desenvolvida por profissionais de saúde no enfrentamento do estresse”, apresentando por Matheus José Afonso Gonçalves Araújo; “Projeto Gestão E Auditoria: Assistência De Enfermagem”, apresentado por Jannayne Câmara Dias; “Teor de óleo essencial de sementes de baru (dipteryx alata vogel) de diferentes procedências”, apresentado por Cristiane da Silva Bráz e Vanessa Duque C. Farago; “(In)Constitucionalidade do mandado de busca e apreensão Coletivo na Intervenção Federal”, apresentado por Wilckerson Simões de Castro; e “A mensuração do dano moral na ótica da Reforma Trabalhista”, apresentado por Deyziane Maria Silva”.

A seleção dos projetos foi definida por Comissão Científica e aconteceu em duas etapas: a primeira, pela qualidade metodológica dos trabalhos, por meio dos resumos submetidos. Nesta etapa, foram aprovados 80 dos 140 trabalhos submetidos. A segunda etapa, contou com avaliação da exposição da ideia, clareza na discussão, existência de uma problemática consistente e impacto social.

O coordenador do CP Funorte, Árlen Duarte, ressaltou o objetivo da premiação. “O Jonafes e a Premiação Destaque Jonafes, vem cumprir o objetivo do CP, pois, não podemos entender o setor como algo que atende somente a atividades de conclusão de curso. O Centro de Pesquisa também tem a função de incluir, paralelamente aos cursos de graduação, atividades de pesquisa. Então, o Jonafes, junto com a premiação, vem justamente para incentivar estes estudantes e mostrar que pesquisa é feita durante todo o curso, desde o 1º ao 10º período, e não é somente o TCC em que ele executa uma pesquisa e publica um artigo no final do curso. O estudante pode publicar um artigo antes e este prêmio foi para estimular e para que sejam exemplos para outros estudantes da instituição”, frisou o coordenador.

Uma das estudantes que apresentou o trabalho “Teor de óleo essencial de sementes de baru (dipteryx alata vogel) de diferentes procedências”, Vanessa Duque, destacou a importância que a premiação e o projeto tem para a sua formação. “Foi de grande relevância para nós, pois tivemos a oportunidade de mostrar para outras pessoas a importâncias das plantas medicinais em todos os biomas. A Funorte nos ajudou muito por meio de um professor que nos orientou do início ao fim do projeto”, frisou a estudante.

Kelly Cristina Rocha Ferreira, que faz parte do grupo do projeto “Lesão precursora do câncer do cole de útero: um relato de experiência”, ressaltou que, O Jonafes é mais uma das oportunidades que a instituição dá, para nós estudantes, ingressarmos na pesquisa científica.

“Todos nós sabemos a importância de termos um trabalho científico publicado, pois é uma forma de destaque no mercado de trabalho. Quanto à realização da pesquisa, para mim foi de suma relevância, já que acredito que a primeira porta de entrada para assistência à saúde é a Estratégia Saúde da Família – ESF, e conseguimos identificar um caso de uma adolescente com atividade sexual ativa, que teve o tratamento de um problema no colo do útero, mas não sabia o seu diagnóstico e nem como atuar na prevenção. Então, este trabalho veio para chamar a atenção para o Poder Público, pois não há como o Sistema Único de Saúde oferecer um teste preventivo com idade superior, sendo que as mulheres estão iniciando a atividade sexual mais cedo”, concluiu a acadêmica.

Todos os trabalhos selecionados serão publicados na Revista Bionorte e na Revista Humanidade.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *