Preservação através da educação é um dos pilares do projeto Pura Vida

Há uma motivação gigantesca em prol da preservação e continuação da vida verde em todo planeta. Organizações não governamentais, institutos, manifestos, reuniões e até leis existentes que lutam diariamente para que o meio ambiente sobreviva, mesmo com a ação do homem.

Contudo, a sua parte, tem sido feita? Você escova seus dentes com a torneira fechada? Evita lavar o carro com a mangueira ligada? Melhor, planta e preserva uma árvore próxima à sua casa? Se a resposta para essas primeiras perguntas é sim, o seu trabalho e compromisso com o meio ambiente tem sido inspirador e motivador para tantos outros que necessitam dessa consciência de preservação.

Apenas falar bonito, não adianta muito para essa continuidade. É preciso ação! Por isso, as Faculdades Funorte colocaram as ideias no papel e a força nas mãos para que a luta, tivesse o apoio e a colaboração da juventude, assim como, a propagação das informações sobre o assunto no ambiente escolar, familiar e em sociedade.

Fundação

O projeto Pura Vida surgiu dessa iniciativa de criar e estimular ações que conscientizassem o maior número de pessoas, através da educação. A primeira iniciativa de uma forma que misturou atividade física, belezas naturais, amizade e muita, mas muita vontade de preservar o que é oferecido gratuitamente pela natureza.

Criado em 2012 pela instituição, a primeira iniciativa só conseguiu tomar forma em 2017, depois do auxílio e prévia conscientização com o corpo acadêmico, docente e institucional.

Primeira ação

A primeira caminhada “Eu Caminho Pela Vida”, realizada no mês de fevereiro, demostrou para os participantes um dos principais objetivos da campanha e o que cada um pode fazer para que a não não termine ali. O percurso foi de 6km, regado a boas companhias, experiências assustadoras de como o homem não reconhece a importância do meio ambiente para sua vida (os lixos que estavam pelo caminho foram recolhidos pelos participantes. Alguns como, vasos sanitários, entulhos e pneus, precisariam de um caminhão para a retirada.).

O destino a Cachoeira das Irmãs, um dos pontos ainda preservados da ação humana, que resistiu ao tempo e, hoje, em propriedade privada,é um excelente ponto turístico para os visitantes.

O ambientalista e fundador da ONG OVIVE, Sóter Magno, enfatizou a importância de eventos desse cunho, principalmente, criados por instituições de ensino superior: “Acho de fundamental importância esse tipo de ação e, acho ainda, que deveria fazer parte da grade curricular de todos os cursos. A Funorte criou esse projeto e as pessoas que participarem terá a oportunidade de realizar e colocar em prática os conceitos dele. Aqui, ela está exercendo o papel dela como instituição de ensino”.

Com a presença de acadêmicos dos cursos de Educação Física e Ciências Biológicas, a caminhada teve também a presença da Polícia Militar do Meio Ambiente. Para o policial, cabo Edson Veloso, o evento “é importante para a CIA porque é o carro chefe: fiscalização e sensibilização das pessoas para que elas esqueçam um pouco a modernidade e olhe mais para o verde. Todas as pessoas são multiplicadoras da informação e da preservação”.

A ação continuou

Em parceria com a Coteminas S/A, uma empresa têxtil, mas que se preocupa continuamente com a preservação do meio ambiente em Montes Claros, algumas mudas de seu viveiro foram doadas para que, cada coordenador e diretor de todos os campis das Faculdades Funorte, fizessem a sua parte incentivando alunos e demais colaboradores a praticarem a conscientização através de um simples ato: plantar.

Todos eles ganharam mudas de pimenta, goiaba, hortelã, manjericão entre outras que contribuíram para a continuidade da primeira ação.

A felicidade estampada no sorriso de cada recebedor, motivou a continuidade da ação. As ideias fervilharam e coisa boa vem por aí!

Lacre do Bem

Aqueles lacres presentes nas latinhas de refrigerante que antes eram dispensados na lixeira como inutilizáveis, agora terão destino certo para a instituição.

Uma nova proposta de solidariedade versus preservação será construída junto à comunidade acadêmica, com o objetivo de ajudar a quem precisa de forma consciente e simples.

A campanha ainda está no forno, mas as ideias estão a todo vapor e a colaboração de todos será bem-vinda.

Então, aproveite para ser um dos parceiros dessa iniciativa fazendo a sua parte diariamente em casa. Feche torneiras e evite o desperdício de água, não acenda as luzes quando desnecessário. Utilize a luz do sol que além de aquecer, faz um “bem danado” nos horários indicados pelos médicos. Não jogue lixo em córregos, na rua ou em lagos, você precisará de todos esses lugares limpos no futuro. Ah! Não deixe passar quando observar um desperdício ou uma degradação do meio ambiente perto de você. A sua conscientização vale muito para a vida verde.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *