A partir da ação, o acadêmico adquire confiança para realizar funções e experimentos que serão utilizados após a formação, já no mercado de trabalho. Assim, as aulas práticas ajudam no desenvolvimento, além de permitir que os estudantes aprendam a solucionar problemas.

Dessa forma, o campus JK da Funorte disponibiliza espaços para que os acadêmicos realizem atividades e pesquisas práticas. Alguns destes ambientes, são os laboratórios dos cursos da área da Saúde.

Para a coordenadora dos laboratórios, Janice Rodrigues, o objetivo das aulas práticas é integrar os conhecimentos teóricos do aluno. “Nosso intuito é fazer com que nosso acadêmico visualize e compreenda determinado conteúdo, ganhando uma relevância maior no aprendizado. A aula prática desperta a curiosidade e o estimula a desenvolver a visão da própria capacidade de aprender e perceber que ele também pode ser um agente modificador do mundo em que vive”, frisa a coordenadora.

Núbia Fernandes é técnica dos laboratórios e explica como a prática beneficia o aprendizado do estudante. “É durante a ação que o acadêmico consegue aprender, de forma simplificada, o conteúdo que estuda na teoria. Ter o acompanhamento de um professor é fundamental, pois aumenta a confiança do acadêmico até o momento em que a prática se torna um hábito e que o aluno se sente preparado para o mercado de trabalho”, concluiu Núbia.

A unidade possui 16 laboratórios nesta área. São eles:

Química I e II;

Multidisciplinar I e II;

Bromatologia;

Microscopia I e II;

Histotécnica;

Habilidades I, II e III;

Morfofuncional;

Anatomia Humana;

Anatomia Animal;

Necropsia;

Gastronomia.

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *